Você pode denunciar crimes de PRECONCEITO RELIGIOSO no Rio de Janeiro

Você sofre agressão, perseguição, coação ou qualquer ameaça por motivo religioso?

Denuncie através do site http://www.policiacivil.rj.gov.br na aba "DENÚNCIA"

Não é preciso se identificar!

A Constituição da República Federativa do Brasil determina, em seu Art. 5º, inciso VI: "É inviolável a liberdade de consciência e de crença, sendo assegurado o livre exercício dos cultos religiosos e garantida, na forma da lei, a proteção aos locais de culto e suas liturgias"

Seja Cidadão, defendendo seus direitos! Denuncie crimes de preconceito religioso!

Você também é uma vítima da CORRUPÇÃO!
Lembre-se disso nas próximas eleições...

01 novembro 2012

A triste piada da ANATEL...


Anatel exige 20% da velocidade da internet a partir de hoje; veja como medir

A Anatel (Agência Nacional de Telecomunicações) passa a exigir a partir desta quinta-feira que as empresas entreguem, no mínimo, 20% da velocidade contratada pelos usuários de internet.
A Anatel indica o site Brasil Banda Larga para que os clientes façam testes do serviço que contrataram e vejam se estão recebendo a velocidade exigida.
A ação faz parte de uma ofensiva da agência para melhorar a qualidade dos serviços de banda larga no país.
Além de aumentar a exigência, a Anatel está realizando um mapeamento da qualidade da banda larga em todo o Brasil.
As medições permitirão a avaliação das prestadoras com mais de 50 mil acessos. São elas: Oi, NET, Vivo, GVT, CTBC, Embratel, Sercomtel e Cabo Telecom.
Na segunda-feira (29), a agência começou a enviar os aparelhos para medição da qualidade da banda larga fixa para usuários de Goiás, Distrito Federal, Pernambuco, Ceará, Espírito Santo, Rio Grande do Sul, Santa Catarina e Paraná.
Os primeiros a receber os equipamentos --batizados de whitebox-- foram os voluntários do Rio de Janeiro, de São Paulo e de Minas Gerais, Estados com o maior número de inscritos no programa que já realizaram o teste de velocidade.
Com as medições, a Anatel reunirá informações para a adoção de medidas que permitam a progressiva melhoria do serviço. Ainda há necessidade de voluntários em todos os Estados.
Quem não for escolhido agora poderá ser sorteado em uma próxima etapa do projeto, já que, anualmente, haverá renovação de 25% da base de voluntários.

Comentário do Velhinho: Segundo o site da Anatel, a missão dessa agência reguladora é "promover o desenvolvimento das telecomunicações do País de modo a dotá-lo de uma moderna e eficiente infra-estrutura de telecomunicações, capaz de oferecer à sociedade serviços adequados, diversificados e a preços justos, em todo o território nacional".
Ora, preço justo é quando pagamos R$ 2,00 por uma dúzia de bananas e recebemos... UMA DÚZIA DE BANANAS! Deixa de ser justo de recebermos apenas 2,4 bananas pelo preço da dúzia!
Preço justo é quando pagamos o valor correspondente a 100 Kwh e usamos... 100 Kwh! Deixa de ser justo quando usamos 20 Kwh e pagamos pelo preço de 100!
Preço justo é quando contratamos um pintor por R$ 300,00 (como exemplo) para pintar 20 m2 de parede e ele pinta... 20 m2! Deixa de ser justo se ele pintar apenas 4 m2!
Já a ANATEL, que tem como missão garantir um preço justo para o serviço de telefonia e internet, acredita ser correto que o consumidor pague para as empresas que fornecem internet 100% do valor da velocidade contratada, mas que recebam - no mínimo! - 20% dela! Não é gracioso?
Será que não existe tecnologia que informe, como nas contas telefônicas, qual foi a real velocidade fornecida e que o consumidor pague exatamente o que recebeu, independente do limite máximo contratado?
Brasil! Um país de tolos!

Nenhum comentário: