Você pode denunciar crimes de PRECONCEITO RELIGIOSO no Rio de Janeiro

Você sofre agressão, perseguição, coação ou qualquer ameaça por motivo religioso?

Denuncie através do site http://www.policiacivil.rj.gov.br na aba "DENÚNCIA"

Não é preciso se identificar!

A Constituição da República Federativa do Brasil determina, em seu Art. 5º, inciso VI: "É inviolável a liberdade de consciência e de crença, sendo assegurado o livre exercício dos cultos religiosos e garantida, na forma da lei, a proteção aos locais de culto e suas liturgias"

Seja Cidadão, defendendo seus direitos! Denuncie crimes de preconceito religioso!

Você também é uma vítima da CORRUPÇÃO!
Lembre-se disso nas próximas eleições...

17 maio 2011

Ni qui nóis vai, nóis vorta...
Pois é. Na norma-padrão, nem "dois real", nem "dois reau", nem "dois reais"; correto seria dizer e escrever dois réis. Mas para que a forma culta, não é mesmo? Seria interessante buscar as explicações dos professores de português para a dificuldade de ensinar o emprego na escrita dos "s", "c", "ç", "ss", "ch", "x", ou até de escrever corretamente "muito(a)", quando o falante diz "muinto(a)", quando não "munto(a)".
Livro didático pode usar exemplos para mostrar que a norma padrão é correta e a popular, incorreta. Adequado? Ou adecuado, heim, professora Heloisa Ramos?
Aula de nova gramática - CBN

Nenhum comentário: