Você pode denunciar crimes de PRECONCEITO RELIGIOSO no Rio de Janeiro

Você sofre agressão, perseguição, coação ou qualquer ameaça por motivo religioso?

Denuncie através do site http://www.policiacivil.rj.gov.br na aba "DENÚNCIA"

Não é preciso se identificar!

A Constituição da República Federativa do Brasil determina, em seu Art. 5º, inciso VI: "É inviolável a liberdade de consciência e de crença, sendo assegurado o livre exercício dos cultos religiosos e garantida, na forma da lei, a proteção aos locais de culto e suas liturgias"

Seja Cidadão, defendendo seus direitos! Denuncie crimes de preconceito religioso!

Você também é uma vítima da CORRUPÇÃO!
Lembre-se disso nas próximas eleições...

04 agosto 2009

Incrível como o jornalismo anda submisso no Brasil...
Infelizmente temos um presidente com incontinência na oralidade.
Portando-se como se estivesse num palanque, é capaz de dizer irrealidades e haver que nelas acredite.
A última delas é a fala dessa reportagem do G1:

‘Hoje, nós é que estamos dizendo o que o FMI deve fazer’, afirma Lula
Ele falou de empréstimo de US$ 10 bilhões ao fundo em coluna semanal.
‘Cansei de carregar faixas de protesto e de gritar: fora FMI’, diz presidente.
Do G1, em Brasília

O presidente Luiz Inácio Lula da Silva afirmou em sua coluna semanal publicada em 132 jornais nesta terça-feira (4), que o empréstimo de US$ 10 bilhões do Brasil ao Fundo Monetário Internacional (FMI) tornou o país mais independente em relação ao órgão financeiro. “A verdade é que passamos a ser ouvidos. Hoje, nós é que estamos dizendo o que o FMI deve fazer e não o contrário, como sempre acontecia”, disse Lula.
Para ler a íntegra da matéria, clique aqui.

Comentário do Velhinho:
Não é preciso ser gênio, ter prática ou habilitação. Basta ir ao site do FMI para se verificar que a porcentagem de votos a que o Brasil tem direito é de 1,38%, correspondendo a um numeral de 30.611 de um total de 2.217.033, considerando todos os países membros.
Ter direito a uma fração tão ínfima de votos NÃO REPRESENTA PODER DIZER AO FMI O QUE FAZER, COISA NENHUMA.
A China tem um percentual de voto de 3,66%.
A França, de 4,85%.
A Alemanha, de 5,88%.
A Itália, de 3,19%.
O Japão, de 6,02%.
A Holanda, 2,34%.
A Arábia Saudita, 3,16%.
A Inglaterra, 4,85%.
Os Estados Unidos, 16,77% (e ainda com direito exclusivo de veto!)
Como o Brasil, que tem apenas 1,38% poderia dizer ao FMI o que fazer, senhor presidente?
Como que os jornalistas não apresentam, além da declaração oficial do presidente, os dados reais da situação do Brasil no FMI?
Brasil: Um País de Tolos!

Nenhum comentário: