Você pode denunciar crimes de PRECONCEITO RELIGIOSO no Rio de Janeiro

Você sofre agressão, perseguição, coação ou qualquer ameaça por motivo religioso?

Denuncie através do site http://www.policiacivil.rj.gov.br na aba "DENÚNCIA"

Não é preciso se identificar!

A Constituição da República Federativa do Brasil determina, em seu Art. 5º, inciso VI: "É inviolável a liberdade de consciência e de crença, sendo assegurado o livre exercício dos cultos religiosos e garantida, na forma da lei, a proteção aos locais de culto e suas liturgias"

Seja Cidadão, defendendo seus direitos! Denuncie crimes de preconceito religioso!

Você também é uma vítima da CORRUPÇÃO!
Lembre-se disso nas próximas eleições...

19 maio 2009

Afinal de contas, o PT está com medo de quê?A matéria é da Agência Estado, pelo site do Yahoo:
PT abandona ideia de CPI Mista sobre Petrobras
A bancada do PT na Câmara abandonou a ideia de coletar assinaturas para uma Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) Mista da Petrobras e resolveu se engajar em uma mobilização com organizações da sociedade civil para denunciar supostos interesses políticos da oposição na investigação aprovada no Senado sobre a estatal. A ideia da CPI Mista fora levada à reunião da coordenação da bancada petista pelo deputado André Vargas (PT-PR), mas ele disse que foi convencido a desistir da proposta. "Não vamos coletar assinaturas para uma CPI Mista. Vamos para as ruas e apostar na denúncia desta irresponsabilidade", anunciou hoje o deputado, ao sair da reunião.
Vargas acrescentou: "A pressão popular vai tentar mostrar ao PSDB que não podemos solapar este patrimônio nacional", afirmou Vargas. A reunião da bancada continua. Segundo o deputado, a mobilização contra os partidos que levaram adiante a ideia da CPI da Petrobras no Senado incluirá, além do PT, entidades como a Central Única dos Trabalhadores (CUT), Federação Única dos Petroleiros (FUP) e vários sindicatos de petroleiros nos Estados. Vargas disse que será realizado no Rio de Janeiro um primeiro ato político em defesa da Petrobras na próxima quinta-feira, quando manifestantes darão um abraço no prédio-sede da empresa, na avenida Chile.

Comentário do Velhinho:

De novo: Quem não deve, não teme.

Nenhum comentário: