Você pode denunciar crimes de PRECONCEITO RELIGIOSO no Rio de Janeiro

Você sofre agressão, perseguição, coação ou qualquer ameaça por motivo religioso?

Denuncie através do site http://www.policiacivil.rj.gov.br na aba "DENÚNCIA"

Não é preciso se identificar!

A Constituição da República Federativa do Brasil determina, em seu Art. 5º, inciso VI: "É inviolável a liberdade de consciência e de crença, sendo assegurado o livre exercício dos cultos religiosos e garantida, na forma da lei, a proteção aos locais de culto e suas liturgias"

Seja Cidadão, defendendo seus direitos! Denuncie crimes de preconceito religioso!

Você também é uma vítima da CORRUPÇÃO!
Lembre-se disso nas próximas eleições...

27 dezembro 2007

O método é o de sempre: acuse seu "inimigo" das coisas que você pratica e nega praticar...
E é um método já conhecido de todo terrorista - que qualquer matiz ideológica!.
Não seria diferente das FARC.
As FARC são um movimento político de resistência armada? Com certeza. Estão nessa lida de guerrilha há, pasmem, 42 anos!
A incompetência é de ambos os lados, tanto do Governo da Bolívia de todos esses anos, que não acabaram com as FARC, quanto das FARC, que não acabaram com o Governo que combatem.
A incompetência maior de ambas as partes é não terem encontrado - por não quererem e não cederem! - um ponto de equilíbrio para que a resistência armada se transforme apenas em oposição política democrática.
Ambos os lados tem a responsabilidade por milhares de mortes na Colômbia e outros milhares, talvez milhões de morte devido ao narcotráfico.
Porém, a opção pela luta armada como forma de pressão política, leva a considerar a vida humana perda aceitável na guerra intestina, quando não como moeda de troca.
Esse é o lado do terrorismo que além de provocar chacinas, também seleciona alvos humanos e os seqüestram.
As FARC também representam o narcotráfico e o terrorismo.
No Brasil, narcotráfico e terrorismo, supõe o Velhinho, ainda são considerados crimes.
Mas como fica a lógica da Instituição GOVERNO, quando seus representantes reconhecem formalmente como legítimos tanto o Governante legal da Colômbia, como a luta armada das FARC?
Sem dúvida, é meritória QUALQUER ação para se resgatar reféns de terrorista, desde a negociação ao confronto.
Porém, há que se escolher o lado da legalidade.
Ou bem se apóia o Governo da Colômbia, considerando as atitudes das FARC ilegais (de um lado por atentar contra um regime democrático, de outro pelos atos criminosos - atentados, chacinas, seqüestros e narcotráfico), ou bem considera que o Governo da Colômbia é ilegítimo, portanto ilegal, e se apóia as FARC integralmente para a derrubada daquele governo.
Essa é a posição inequívoca de Chávez.
Nosso atual presidente, o Sr. Luiz Inácio Lula da Silva, mantém um relação com as FARC desde a criação do FORO DE SÃO PAULO, tendo sido um de seus articuladores.
É preciso que fique claro se o Brasil apóia a prática do terrorismo, como braço armado para se chegar ao poder.
Quem sabe não seria uma boa pergunta para se fazer ao povo brasileiro através de um plebiscito, heim?
Como? Nem pensar? Ah, bom....
Enquanto isso, vamos vendo os valores se invertendo nessa pantomima burlesca que se encena na América Latina. com o beneplácito de "valorosos" brasileiros...

Nenhum comentário: