Você pode denunciar crimes de PRECONCEITO RELIGIOSO no Rio de Janeiro

Você sofre agressão, perseguição, coação ou qualquer ameaça por motivo religioso?

Denuncie através do site http://www.policiacivil.rj.gov.br na aba "DENÚNCIA"

Não é preciso se identificar!

A Constituição da República Federativa do Brasil determina, em seu Art. 5º, inciso VI: "É inviolável a liberdade de consciência e de crença, sendo assegurado o livre exercício dos cultos religiosos e garantida, na forma da lei, a proteção aos locais de culto e suas liturgias"

Seja Cidadão, defendendo seus direitos! Denuncie crimes de preconceito religioso!

Você também é uma vítima da CORRUPÇÃO!
Lembre-se disso nas próximas eleições...

27 dezembro 2007

Fugir do "Paraíso"? Esses cubanos devem ser loucos!!!
E deve ser uma loucura contagiosa, uma vez que todo ano sempre tem uma leva de cubanos arriscando a vida (e muitos a perdendo!) para atravessar em barcos, lanchas, e balsas improvisadas o estreito da Flórida. Destino? Ora o imperialismo democrático dos EUA, arquiinimigo de Cuba, mas não de todos os cubanos.
A matéria é do Estadão online:
Oito cubanos morrem tentando fugir para os EUA
Embarcação com capacidade para 15 pessoas transportava 28; familiares acusam guarda-costeira cubana
AGUADA DE PASAJEROS, Cuba - Pelo menos oito pessoas morreram e 17 estão desaparecidas desde que uma lancha usada para o tráfico de pessoas afundou a algumas milhas do litoral de Cuba, segundo informaram nesta quarta-feira, 26, parentes das vítimas.
Misleidys Vera, irmã de Yosvany Vera, um dos mortos no acidente, disse à Efe que, segundo as autoridades informaram, oito corpos foram encontrados e devolvidos a suas famílias. A embarcação afundou com 28 pessoas a bordo. Elas tentavam de sair do país para chegar aos Estados Unidos.
Leia a íntegra aqui.
No Código Penal Cubano é prevista a pena de morte para uma série de delitos.
No mesmo Código existe um artigo que trata do delito "Pirataria".
É o Artigo 117 ("Incurre en sanción de privación de libertad de diez a veinte años o muerte"), onde foi inserido um parágrafo que considera como pirataria essas tentativas de abandonar a Ilha do "Paraíso".
É o parágrafo 4º: "el que, sin autorización del Gobierno, tripule o viaje en naves o aeronaves artilladas por el espacio territorial, marítimo o aéreo cubano".
Alguém estranharia se a Guarda Costeira de Cuba abrisse fogo contra piratas? Mesmo em se tratando de evadidos? Não, né? Afinal de contas, de acordo com o ideal "democrático" cubano, se presos esses "piratas" irão cumprir pena entre 10 e 20 anos, ou serão condenados à morte.
E tem gente, inclusive no Brasil, que aplaude intensamente essa prática "democrática"...

Nenhum comentário: