Você pode denunciar crimes de PRECONCEITO RELIGIOSO no Rio de Janeiro

Você sofre agressão, perseguição, coação ou qualquer ameaça por motivo religioso?

Denuncie através do site http://www.policiacivil.rj.gov.br na aba "DENÚNCIA"

Não é preciso se identificar!

A Constituição da República Federativa do Brasil determina, em seu Art. 5º, inciso VI: "É inviolável a liberdade de consciência e de crença, sendo assegurado o livre exercício dos cultos religiosos e garantida, na forma da lei, a proteção aos locais de culto e suas liturgias"

Seja Cidadão, defendendo seus direitos! Denuncie crimes de preconceito religioso!

Você também é uma vítima da CORRUPÇÃO!
Lembre-se disso nas próximas eleições...

08 dezembro 2007

CPMF: Tudo ou nada. Então, NADA!
Do Estadão online:
Tarso admite 'plano B' caso a CPMF não seja aprovada
Ministro da Justiça ressalta, porém, que perder os R$ 40 bilhões da arrecadação do tributo 'vai criar problema'
BRASÍLIA - O ministro da Justiça, Tarso Genro, admitiu nesta sexta-feira, 7, que o governo federal prepara alternativas para a possibilidade de a prorrogação da CPMF ser rejeitada pelo Senado. "Se tirarmos R$ 40 bilhões do orçamento do ano que vem, certamente vai criar problema. Mas também o governo está trabalhando o seu plano B para não prejudicar", disse Tarso, após assinar com o prefeito do Rio, Cesar Maia (DEM), a adesão do município ao Programa Nacional de Segurança Pública com Cidadania (Pronasci).
Segundo Tarso, é imprevisível o impacto da rejeição da cobrança sobre o programa, que prevê só em 2008 um investimento de R$ 1,35 bilhões no setor de segurança e R$ 6,7 bilhões até 2011. "Acho que o Senado Federal vai compreender o que significa isso para o País e vai aprovar. Não estamos fazendo nenhuma previsão de corte", disse.
Comentário do Velhinho: Primeiro que o Plano "B", deveria ser o Plano "A". Por que? Ora, porque a CPMF já tinha data para acabar. O Projeto de Lei é para que seja prorrogada. É PROJETO. Como pode o Governo contar com o ovo no fiofó da galinha e fazer um orçamento prevendo gastos com o dinheiro que NÃO TEM? Qual é o pai de família ou a dona de casa anuncia que vai gastar para comprar um carro novo, se mal consegue fazer a manutenção da bicicleta, não teve aumento de salário e nem ganhou na loteria? Se quiser, a família de trabalhadores terá de consumir menos, cortar despesas supérfluas, gerar economia, e, mais provavelmente, trabalhar mais, ou fazendo hora-extra, ou com um segundo emprego, ou com algum bico. Como conseguir emprego está muito fácil, em toda esquina tem vagas de trabalho, não será difícil, não é?
Além de perdulário, o Governo está sendo imprevidente ao planejar e prometer aplicar dinheiro que não tem em promessas de Programa que ainda estão no papel.
Melhor faria o Governo se pudesse em prática o tal Plano que chama de "B", antes mesmo de propor a prorrogação da CPMF. E mostrar para a população o que realmente seria possível fazer com esse Plano. A partir desse ponto, poderia fazer promessas condicionadas à aprovação da CPMF. Não como está sendo feito e muito menos com as ameaças nem tão veladas e o instigamento ideológico maniqueista entre ricos e pobres, como se os pobres não pagassem a CPMF em tudo que consomem. Até quem recebe bolsa-família paga CPMF, mesmo que não tenha conta bancária!
Ministro Tarso, com todo o respeito, isso é conversa para boi dormir. Como o povo é quem paga a conta dos tributos e não tem boi, não é conversa para o povo.
E nenhum partido que se considere de Oposição, nem ao menos vai tentar alguma ação de improbidade administrativa?
Haja paciência!!!

Nenhum comentário: