Você pode denunciar crimes de PRECONCEITO RELIGIOSO no Rio de Janeiro

Você sofre agressão, perseguição, coação ou qualquer ameaça por motivo religioso?

Denuncie através do site http://www.policiacivil.rj.gov.br na aba "DENÚNCIA"

Não é preciso se identificar!

A Constituição da República Federativa do Brasil determina, em seu Art. 5º, inciso VI: "É inviolável a liberdade de consciência e de crença, sendo assegurado o livre exercício dos cultos religiosos e garantida, na forma da lei, a proteção aos locais de culto e suas liturgias"

Seja Cidadão, defendendo seus direitos! Denuncie crimes de preconceito religioso!

Você também é uma vítima da CORRUPÇÃO!
Lembre-se disso nas próximas eleições...

17 agosto 2007

Significados de Maromba...
Segundo o Dicionário Contemporâneo da Língua Portuguesa (AULETE, Caldas, III Vol., Delta Ed., Rio de Janeiro, 1958, Maromba pode significar:
1. vara comprida e grossa de que os dançarinos de corda se servem na maromba para não perder o equilíbrio. (Bras.) Atitude dissimulada de quem, à espera dos acontecimentos, não quer se definir; esperteza; malandragem.
2. Doença das vinhas do Douro, que impede a fecundação ou a torna irregular.
3. (Bras.) Jirau aonde se recolhe o gado por ocasião das enchentes. (Sul) Espécie de sardinha grande. (Rio de Janeiro) Máquina de fabricar tijolos. (Amazona) Jangada para transporte de gado. (Norte) Lote ou magote de bois.
Acaba-se de descobrir um novo significado para o vernáculo: desrespeito ao patrimônio público. (por ext.) impunidade e uso de influência familiar contra terceiros.
Quer conferir? Veja o blog do jornalista Altino Machado.
Em síntese, é isto (do blog de Alcinéa Cavalcante):Num grande desrespeito à cultura e ao patrimônio público, o neto da presidente do Conselho Estadual de Educação do Acre pintou, bordou e montou na estátua de Juvenal Antunes, um dos maiores poetas daquele Estado e da região Amazônica.
Divulgou, com orgulho, seu feito na sua página do Orkut.
Altino Machado - um dos mais competentes jornalistas da Amazônia - reproduziu a foto em seu blog. Por causa disso, o jornalista está sendo punido pelo Ministério Público, que alega que o neto mimado da presidente do Conselho de Educação é menor.
Vejam bem, a foto foi tirada do Orkut - uma comunidade virtual com quase 70 milhões de usuários restrita a maiores de 18 anos. No Orkut, portanto, o garoto mimado mentiu a idade para participar da comunidade.
"Até ser reproduzida no meu blog, a foto dele não incomodou aos seus familiares nem ao Ministério Público. E por conta de relações pessoais (vou revelar em momento mais oportuno) passei a ser o bandido da história", disse o jornalista.
Pois bem, o jornalista está sendo punido enquanto Maromba Junior (este é o codinome do moleque no Orkut) é protegido pela vovozinha, pelo MP e Juizado da Infância e Juventude. Não foi tomada até agora nenhuma medida educativa em benefício do jovem, com base no Estatuto da Criança e do Adolescente.
Isso serve de estímulo para que garotos mimados destruam obras de arte, toquem fogo em bibliotecas, derrubem estátuas, quebrem CDs, surrem empregadas domésticas e façam fogueiras de índios e mendigos neste país.
Comentário do Velhinho: Triste isso de menosprezar a cultura. Não se pode dizer que faltou ao jovem educação formal, mas pode-se imaginar que lhe faltam limites claros sobre direitos e deveres. Isso é questão de exemplo. Em tese, tendo uma avó que é professora e pertence ao Conselho de Educação do Acre há cerca de 30 anos, tal comportamento é constrangedor.
Mas, como diria o guru-mor de alguns, se a gente não pode saber o que ministros e assessores fazem na sala ao lado, o que dizer de nossos filhos ou netos, não é verdade?

Nenhum comentário: