Você pode denunciar crimes de PRECONCEITO RELIGIOSO no Rio de Janeiro

Você sofre agressão, perseguição, coação ou qualquer ameaça por motivo religioso?

Denuncie através do site http://www.policiacivil.rj.gov.br na aba "DENÚNCIA"

Não é preciso se identificar!

A Constituição da República Federativa do Brasil determina, em seu Art. 5º, inciso VI: "É inviolável a liberdade de consciência e de crença, sendo assegurado o livre exercício dos cultos religiosos e garantida, na forma da lei, a proteção aos locais de culto e suas liturgias"

Seja Cidadão, defendendo seus direitos! Denuncie crimes de preconceito religioso!

Você também é uma vítima da CORRUPÇÃO!
Lembre-se disso nas próximas eleições...

18 agosto 2007

Quem é mesmo golpista?
No ano passado, o presidente da República sugeriu a criação de uma Assembléia Constituinte exclusiva, após se reunir com alguns advogados que tiveram ligação com a OAB. Já a entidade se manifestou formalmente contra uma Assembléia Constituinte exclusiva, pelo risco que apresenta à democracia e por ser contrária à própria Constituição.
O PT, seguindo fielmente sua meta de não reconhecer o Estado Democrático de Direito, pretende se mobilizar para a criação de uma Assembléia Constituinte exclusiva para que seja concretizada a Reforma Política, como consta do item 12 de um documento intitulado "Projeto de resolução sobre reforma política e Constituinte exclusiva", fruto do seu 3º Congresso. Diz o texto:
12. A reforma política é essencial para a democracia. Por isso mesmo, ela só virá se for conquistada pela soberania popular. O caminho para isto é o desencadear de uma campanha pela convocação de uma Assembléia Nacional Constituinte exclusiva para realizar a reforma política, com mandatos eleitos especificamente para promover a reforma das instituições políticas do Estado nacional.
Pelo andar da carruagem, isso significa que os parlamentares eleitos democraticamente para o Senado e Câmara dos Deputados, legisladores de acordo com nossa Constituição, não estão capacitados e nem tem a competência para fazer a Reforma Política.
Ou será que essa manobra é por que, diante do Legislativo e do Judiciário, não é tudo o que o Executivo pode impor para a Nação?
O Brasil não tem um Congresso e um Judiciário de joelhos e apoiado nas mãos, como a vizinha Venezuela. Será que se pretende rasgar a Constituição para que tenhamos dois do Três Poderes como fantoches?
Ou a democracia petista seria "superior" à democracia brasileira?
Quem é golpista mesmo, heim?

6 comentários:

Gonzaga Britto disse...

Sr. Velhinho,

Permita-me discordar da sua última afirmação onde o sr. diz que "o Brasil não tem um Congresso e um Judiciário de joelhos e apoiado nas mãos, como a vizinha Venezuela". Sr., o Brasil NÃO tem Congresso, Judicário ou Governo Federal algum. Tudo que se vê sob esses nomes é apenas uma fantasia que, nos últimos quatro anos, apenas mostrou o quanto são dispensáveis, pelo menos da forma como agora se apresentam diante do Paiz Brazil. Esta Confraria de Oportunistas precisa ser desativada, nem que seja por meio de um golpe. Eu já dei o meu. Aliás, escolhi o dia de hoje, que é belo e translúcido aqui em Brasília, para defenestrar essa gente. Sob o poder de um domingo azul,o meu golpe não se apoia na força, na arma ou na penumbra dos poderes das Trevas.
PS - Então o sr. é um Velhinho Rabugento. Como eu também sou, creio que teremos longas conversas pela frente. Abraço fraterno, saúde e paz.

Mário disse...

Acabei de linkar o seu blog ao APOIO FRATERNO. Abs.

Velhinho-Rabugento disse...

Bem vindo, Gonzaga...
Discordar é dar possibilidade de discutir idéias.
Particularmente, Gonzaga, sou contrário a "golpes" ou tomada do poder pela força das armas. Compreendo que essa prática é comum à humanidade desde o início dos tempos, mas foge-me o entendimento do porque, em todos os casos, alguém tem de ganhar e alguém tem de perder, muitas vezes a liberdade ou a vida.
São opções, bem sei, que o ser humano escolhe seguir. A que busco é fundamentada na crença de que o voto, não obrigatório, ainda é o melhor caminho para se buscar uma democracia. Existe o pressuposto de partidos políticos coerentes com sua ideologia, mas acima de tudo comprometidos com a Nação e todos os cidadãos, bem como com políticos de melhor naipe do que a maioria que encontramos. Talvez seja a melhor utopia para mim, acreditar num ser humano melhor, que aprende com seus erros. Daí a rabugice deste nem tão Velhinho. Manter a capacidade de se indignar e de criticar o que deve ser criticado.
Apareça e exponha suas idéias por aqui sempre que assim o desejar.
Abraços

Velhinho-Rabugento disse...

Seja bem vindo Mário.
Grato pelo link do Recanto.

Patacoadas do Cleber disse...

Velhinho, acho que tudo que estamos passando é um aprendizado de democracia. Não gosto da idéia de golpes e tomadas de poder pela força das armas. A nossa história recente já demonstrou que nesse caminho temos muito a perder. Me incomoda muito essa letargia que a sociedade brasileira apresenta diante de tantos descalabros, mas sinto que, com a liberdade que conquistamos de discutir essas questões, de nos tornarmos mais conscientes dos meandros da política, poderemos contribuir no futuro para que tenhamos os poderes do Estado trabalhando mais em prol da coletividade.

Velhinho-Rabugento disse...

Cleber, essa também é a minha expectativa. Mas é necessário atentar aos fatos. Existe um "modus operanti" nessas denúncias de golpismo atribuída aos que fazem oposição, ao mesmo tempo em que se tenta cercear o direito de expressão e manifestação, bem como de contestar qualquer mídia que não seja favorável à situação. A prática é antiga e não se restringe a este governo. Apenas não é democrática.
Abração.