Você pode denunciar crimes de PRECONCEITO RELIGIOSO no Rio de Janeiro

Você sofre agressão, perseguição, coação ou qualquer ameaça por motivo religioso?

Denuncie através do site http://www.policiacivil.rj.gov.br na aba "DENÚNCIA"

Não é preciso se identificar!

A Constituição da República Federativa do Brasil determina, em seu Art. 5º, inciso VI: "É inviolável a liberdade de consciência e de crença, sendo assegurado o livre exercício dos cultos religiosos e garantida, na forma da lei, a proteção aos locais de culto e suas liturgias"

Seja Cidadão, defendendo seus direitos! Denuncie crimes de preconceito religioso!

Você também é uma vítima da CORRUPÇÃO!
Lembre-se disso nas próximas eleições...

15 agosto 2007

PEC 54/99 e CPMF
Outra resposta. A tônica está na CPMF.

Permita-me esclarecer que vou votar contra a prorrogação da CPMF, pois os recursos provenientes dela são desviados pelo governo Lula. O governo do PT está devendo à sociedade brasileira resposta à inquietante indagação: para onde vai a fantástica soma de recursos que angaria com a CPMF, criticada, aliás, pelo próprio PT antes de chegar ao poder e transformada pelo seu governo em permanente. A CPMF, em sua origem, tinha destinação específica, que era a melhoria da saúde pública no Brasil. No entanto, apesar de sua fabulosa arrecadação, não se tem conhecimento de que a saúde pública tenha melhorado no país. Os hospitais públicos estão sucateados, são imensas as filas nos Postos de Saúde e faltam medicamentos para atender a população carente. A situação chegou a tal estado de calamidade que a juíza Laura Ullmannn Lopes, da Comarca de Tramandaí, no Rio Grande do Sul, afirmou, em despacho judicial, que "o caos na saúde torna evidente que o dinheiro da CPMF não está sendo direcionado para o fim a que se destina." A magistrada pediu providências ao Ministério Público Federal para identificar o desvio dos recursos, mas até agora não se tem notícia do que foi feito.E tem mais: a CPMF, que incide sobre movimentações financeiras, já arrecadou mais de R$ 200 bilhões, desde que foi criada em 1995. Concebida, como disse, para ser transitória e financiar a saúde, a contribuição tem servido para outros fins, incluindo o pagamento de juros e para o fazer superávit primário. Eu entendo que a CPMF é um tributo perverso, que incide da pior maneira possível e é também a vilã dos investimentos, pois acaba comendo parte da remuneração dos aplicadores e, com isso, aumenta o custo Brasil.Mesmo assim Lula deseja sua prorrogação. Esta é mais uma faceta negativa do governo do PT, que, além das denúncias de corrupção, enfrenta, também, a constatação do imobilismo, apesar da impressionante soma de recursos que arrecada. Eis porque eu vou votar contra a prorrogação da CPMF.
Cordialmente,
Alvaro Dias
alvarodias@senador.gov.br

Nenhum comentário: