Você pode denunciar crimes de PRECONCEITO RELIGIOSO no Rio de Janeiro

Você sofre agressão, perseguição, coação ou qualquer ameaça por motivo religioso?

Denuncie através do site http://www.policiacivil.rj.gov.br na aba "DENÚNCIA"

Não é preciso se identificar!

A Constituição da República Federativa do Brasil determina, em seu Art. 5º, inciso VI: "É inviolável a liberdade de consciência e de crença, sendo assegurado o livre exercício dos cultos religiosos e garantida, na forma da lei, a proteção aos locais de culto e suas liturgias"

Seja Cidadão, defendendo seus direitos! Denuncie crimes de preconceito religioso!

Você também é uma vítima da CORRUPÇÃO!
Lembre-se disso nas próximas eleições...

25 agosto 2007

Jus Sapientae, by Millor
Ao fim e ao cabo, do chifre ao rabo, a corda arrebenta sempre do lado mais fraco. E adivinhem que está do lado mais fraco...
Do saite do Millor Fernandes para este Recanto, dedicado, data maxima venia, aos estudantes de Direito do Brasil, um dia varonil, atualmente muito servil...

Evidente, evidente!
Não quero provar nada não, mas estive fazendo um apanhado das Evidências jurídicas clássicas.
Evidência circunstancial baseada em fatos e referências relevantes.
Evidência conclusiva que estabelece provas acima de qualquer dúvida.
Evidência demonstrativa que prova, também sem deixar dúvidas.
Evidência direta que prova através de testemunhos insuspeitos.
Evidência dos autos a que aceita com base nos autos do processo.
Evidência documental demonstrada através de documentos escritos.
Evidência externa derivada de história e de tradição.
Evidência interna baseada em fatos de amplo conhecimento público.
Evidência presuntiva evidência altamente provável ( portanto também improvável).
Evidência "prima-facie" que deve ser facilmente aceita, a não ser que se apresentem negativas terminantes contra ela.
Auto-evidência derivada de consciência dos fatos de maneira manifesta e irrefutável.
E a que me parece como sendo a mais importante:
A Evidência Ética. Segue os usos, costumes e experiências gerais. Examinando refletidamente todas essas evidências juntas, assim como cada uma delas em separado, cheguei à conclusão, aliás, evidente! que transmito aqui aos leitores: nossa vaca jurídica, isto é, o país, que já foi pro brejo há muito tempo - podemos, no máximo, administrar o rabo.

Nenhum comentário: