Você pode denunciar crimes de PRECONCEITO RELIGIOSO no Rio de Janeiro

Você sofre agressão, perseguição, coação ou qualquer ameaça por motivo religioso?

Denuncie através do site http://www.policiacivil.rj.gov.br na aba "DENÚNCIA"

Não é preciso se identificar!

A Constituição da República Federativa do Brasil determina, em seu Art. 5º, inciso VI: "É inviolável a liberdade de consciência e de crença, sendo assegurado o livre exercício dos cultos religiosos e garantida, na forma da lei, a proteção aos locais de culto e suas liturgias"

Seja Cidadão, defendendo seus direitos! Denuncie crimes de preconceito religioso!

Você também é uma vítima da CORRUPÇÃO!
Lembre-se disso nas próximas eleições...

30 novembro 2006

Enquanto isso, no vizinho...

Joelmir também sabe das coisas...

Em postagem abaixo, o Velhinho resmungava na ineficácia do Estado em devolver à população os serviços que lhe cabe executar, na mesma proporção dos impostos, taxas, contribuições e multas pagos pela população-contribuinte-refém.

Fui checar o site do Joelmir Beting, na seção “Analise do Dia” e, adivinhem...

Aproveitem e vão lá ver as outras seções.

ESTELIONATO TRIBUTÁRIO DE MEIO SÉCULO
O governo ainda não bateu o martelo para a correção da tabela do Imposto de Renda das pessoas físicas.A equipe econômica fechou com 3%, as centrais sindicais exigem 7%.
A decisão fica para a semana que vem, na caneta do presidente Lula.
Se a tungada ficar em 3%, as correções fajutas dessa tabela nos últimos dez anos vão transportar para 2007 uma defasagem indecente de 52%. Sem contar defasagens ainda maiores nas deduções para dependentes, educação e saúde.
Pior: como não temos de volta, em quantidade e qualidade, os serviços públicos que pagamos com nossos impostos, a classe média obriga-se a privatizar saúde, educação, transporte, previdência e segurança.
Por enquanto.
Eis aí um caso agudo de autêntico estelionato tributário, que já dura meio século: sobrecarga fiscal sem retorno social.
E o IBGE divulgou o PIB do terceiro trimestre: crescimento de 0,5%, o que pode significar, para o ano todo, PIB abaixo de 3%. O mercado já aposta em 2,8% e o governo ainda acredita em 3,2%.
O mundo todo vai de 4,8% e os emergentes que, de fato, já emergiram, de 7,3%. A doença do PIB brasileiro tem nome: anorexia econômica.

Um problema de pé...
Dizem que 7 é um número cabalístico. Mas nem a cabala responde a pergunta. 77 dias e contando...
Difícil de amestrar...
Para escutar...

Vale acessar o site da CBN e escutar os comentários de Arnaldo Jabor. Recomendamos o comentário de ontem, 29, “Vitória do atraso brasileiro e do amor fraterno no Senado” e o de hoje “Um dia haverá o “apagão” da Previdência.

Acesse aqui e clique nos comentários para ouvir.

Um dia, talvez, a idade também atingirá você...

O que urge, os que rugem e os que rangem...

Num país em que está implantada uma das maiores cargas tributárias do mundo, os serviços públicos existem, mas deixam a desejar. A filosofia do Estado é simples. Para pagar os serviços prestados à população se institui impostos, taxas, contribuições e multas. Tudo seria perfeito se todos tivessem empregos e salários decentes, o que não é uma verdade para parcela da população, e, além disso, de o Estado fosse um bom administrador desses recursos. O que não é. O Estado gasta mais do que deveria em licitações que em geral são superfaturadas; deixa de cumprir compromissos com servidores, o que gera demandas judiciais (em geral perdidas pelo Estado e transformadas em precatórios que não são pagos, alegando-se falta de verba); gasta demasiado em propaganda, quando o próprio resultado do trabalho dos governados deveria ser propaganda suficiente (da boa ou má administração); faz, mal e porcamente, suas obrigações e governantes se indignam quando a população reclama.

Paga-se muito pela ineficiência do Estado. Urge que a contrapartida de serviços prestados pelo Estado seja equivalente ao que paga o cidadão. Rugem os governantes como se a população fosse a culpada pela ineficácia do Estado. Rangem os dentes do povo, desde sempre e para sempre, refém do Estado. Um bom exemplo é o que ocorre na cidade de São Paulo. A matéria é do Estadão On-line.

Prefeitura estuda fim do bilhete único e das gratuidades

São Paulo pensa em medida que poderia reduzir a tarifa do ônibus para R$ 1,34

Eduardo Reina

SÃO PAULO - A Secretaria Municipal dos Transportes está fazendo projeções de tarifas de ônibus na capital que se baseiam no fim da gratuidade e até do bilhete único. O valor unitário cairia, mas o custo final aumentaria para o usuário que faz mais de uma viagem. O bilhete único é o cartão eletrônico que permite aos passageiros de ônibus fazer até quatro viagens nas linhas municipais pagando uma única tarifa (R$ 2,30 a partir de 30 de novembro) no período de duas horas.

O estudo foi feito por causa da discussão da política tarifária levantada na terça-feira pelo Estado, que mostrou que o passageiro arca com 86% do custo do serviço em São Paulo, porcentual superior ao de capitais européias, como Paris, onde o índice é de 33%.

O secretário dos Transportes, Frederico Bussinger, disse que pretende levar a discussão à sociedade, mas não fala em adotá-la. ´Se a modificação fosse aprovada, os subsídios só poderiam ser custeados com recursos previstos em lei e ficaria vedado usar recursos dos usuários.´

Pelo estudo da Prefeitura, levando em conta a tarifa ideal hoje, de R$ 2,67, o custo poderia baixar para R$ 1,46 sem o bilhete único e sem gratuidades para idosos e deficientes. E baixaria ainda mais, para R$ 1,34, considerando-se a manutenção do subsídio do Município - na quinta-feira, a tarifa sobe de R$ 2,00 para R$ 2,30 e a diferença de R$ 0,37 em relação ao valor ideal será custeada pela Prefeitura.

O estudo revela que, de uma forma ou de outra, o usuário vê aumentada sua despesa com o transporte. Se o passageiro utiliza duas conduções, com o aumento ele pagará R$ 2,30. Na primeira hipótese a despesa subiria para R$ 2,92 nas duas viagens. E na outra para R$ 2,68. ´A tarifa seccional (por viagem) beneficia quem anda pouco de ônibus´, justificou Bussinger.

Há uma mobilização nacional para debater a questão tarifária e propor soluções. Foi criado o Fórum Nacional de Secretários e Dirigentes de Transporte Urbano e Trânsito, apoiado por uma frente parlamentar. Para o secretário da frente, Ivo Palmeira, a gratuidade para idosos e deficientes deveria ser bancada com recursos públicos, conforme determinam os artigos 203 e 204 da Constituição, e não pelos usuários. O deputado Jackson Barreto (PTB-SE) propôs alterações na lei de concessões de serviços públicos. Quer que o subsídio para idosos seja bancado pelo Fundo Nacional de Assistência Social e o das passagens dos carteiros fique por conta dos Correios.

A Prefeitura, enquanto espera uma posição do Congresso, procura fontes alternativas para pagar as gratuidades. Bussinger citou cortes de despesas (sem dizer quais) e o aluguel de espaço para comércio e publicidade nos terminais de ônibus (o que depende da concessão do mobiliário urbano, ainda não definida pelo prefeito Gilberto Kassab).

Não foi desta vez...

Do site de Claudio Humberto

“Ele não hesita em massacrar ninguém para livrar a própria pele”

Senador Agripino Maia (PFL-RN) sobre Lula avalizar a demissão do embaixador em Lisboa

Tasso agride Jutahy

O pau quebrou na reunião tucana de terça à noite, em Brasília. O presidente do PSDB, “coronel” e senador Tasso Jereissati (CE), agrediu verbalmente o líder na Câmara, Jutahy Júnior (BA), chamando-o de “traidor”. Ouviu que é um “déspota”. Tudo porque Tasso queria obrigar a Executiva a proibir apoio a governos do PT. A decisão tinha endereço certo: a Bahia, onde os tucanos ajudaram a derrotar a turma do senador ACM, amigo de Jereissati.

Bateu, levou

Tasso acusou Jutahy Jr de não ter votado em FHC, em 1994. Faltou o líder tucano lembrar que Tasso sabotou a reeleição de Lúcio Alcântara no Ceará.

Ansiedade

O presidente Lula dorme pouco e acorda cedo, porque só pensa naquilo: a montagem do ministério. Está mais ansioso que candidato a ministro.

Ciumeira

O PT capixaba se contorce de ciúmes: Lula pediu ao governador e amigo Paulo Hartung (PMDB) para conversar com governadores de oposição.

Profissionais

A bancada do PMDB encontrou uma maneira de se livrar da candidatura a líder do deputado Jader Barbalho (PA): fará eleição secreta.

Caixa: a conta é nossa

Quinhentos funcionários da Caixa, a maioria auditores, ocupam por conta do contribuinte o luxuoso resort Costão do Santinho, em Santa Catarina, de segunda (27) até sábado (2). Oficialmente, a rapaziada discute “integração e planejamento de ações para 2007”. O quarto duplo no resort custa R$ 621 e o festivo workshop pode chegar a R$ 2 milhões.

Mega-sena

Ontem, o carro oficial do senador Aloizio Mercadante (PT-SP) foi usado, pelas 17h, para alguém jogar na loteria em um supermercado de Brasília.

Lista tríplice

Auditores fiscais querem que Lula escolha o secretário da Receita Federal mediante lista tríplice da categoria, como no Ministério Público Federal.

Força

O prefeito paulistano Gilberto Kassab (PFL) reforçou junto ao presidente Lula a necessidade de reeleger Aldo Rebelo presidente da Câmara.

Negociata gravada

A gangue do dossiê gravou as negociações com os parceiros. Em uma fita, Darci Vedoin diz que recebeu R$ 3 milhões para dar entrevistas envolvendo Antero Paes de Barros (PSDB-MT) e Serys Slhessarenko (PT-MT) na máfia.

Repetente

O deputado eleito do PT Juvenil Alves (MG) é mau aluno de fraude: foi preso novamente por suposto suborno a testemunhas. Juvenil, nome de rima rica, tem ainda muito a aprender com os colegas de cela. E de partido.

Íris presidente

Campeã de votos em Goiás, a deputada Íris de Araújo (GO) quer presidir o PMDB. Ela foi vice de Orestes Quércia, na disputa presidencial de 1994. Ontem, entregou carta aos senadores do partido justificando a candidatura.

Abandono

D. Wilma, viúva de Sérgio Motta, teve pífios 19 mil votos para deputada, em São Paulo. Alguns telefonemas do governador tucano José Serra a teriam elegido. Vivo fosse, “Serjão” teria feito isso e muito mais pelo amigo Serra.

Repercussão

Efraim Morais (PFL-PB) relatou ontem no Senado, provocando indignação, a tentativa do ministro Celso Amorim (Relações Exteriores) de demitir com humilhação o ex-deputado Paes de Andrade da embaixada em Lisboa.

Procura-se

O ex-governador de Sergipe Albano Franco foi notificado por edital (por se encontrar “em local incerto e não sabido”) a devolver em quinze dias R$ 509 mil aos cofres públicos, referentes a convênio federal durante sua gestão.

Cosa nostra

O deputado Raul Jungmann (PMD-PE), da CPI dos Sanguessugas, quer a Polícia Federal apurando o que mete medo no ex-agente Gedimar Passos. A intimidação da gangue do dossiê parece coisa da máfia siciliana.

Mui amigo

O ministro Márcio Thomaz Bastos (Justiça) representará o presidente Lula na posse do presidente do México, Felipe Calderón, amanhã. Corre o risco de tomar umas bordoadas: esquerdistas querem impedir a posse na marra.

Exibido

Ex-suplente de senador ligado a José Sarney, Francisco Escórcio exibia ontem sua nomeação para a assessoria do presidente do Senado. Avisava: “É só por enquanto, porque serei secretário-executivo de algum ministério”.

Doente do pé

De tala após uma torção, finalmente Lula “se mancou” ontem, na Nigéria.

29 novembro 2006

Ser ou não ser... presidente!
A PF faz o trabalho dela... a gente, o nosso... 76 dias e contando...
Pizzaria Brasil (3)

Quem e o quê estão por trás?

Se fizermos um apanhado de todas as CPIs iniciadas no atual governo federal, notaremos alguma coisa em comum. Por conta da complacência do Judiciário, da miríade de Leis existentes e de bons (ou excelentes) advogados criminalistas, dificilmente se verão em curto ou médio prazo, algum dos envolvidos na cadeia. Se é que alguém irá para a cadeia. Tem também o Senado e a Câmara, ineficazes em julgar seus pares, salvo se não for imprescindível para sua própria sobrevivência enquanto Instituições. Quando se pensava que Roberto Jefferson e José Dirceu iriam representar o início de um movimento moralizante daquelas casas, o tempo demonstrou não haver coragem e disposição para tanto. Nem interesses. Esses nem iremos comentar quais poderiam ser. O Velhinho anda desalentado com o andar da carruagem, pois tem a percepção, a cada dia, que se brinca de democracia. Um engodo para que se suponha haver um rumo, um timão, um leme e quem capitaneie a nau. E a nave vai ao léu, levada pela maré ou por tempestades, roçando em afloramentos de arrecifes. Dia desses, pode soçobrar em um banco de areia. Espero que não.

O comentário é de hoje.

MIRIAM LEITÃO - Página 26

Forno de pizza

Jack Abramoff, o lobista que esteve no centro de um momentoso escândalo político em Washington, começou a cumprir pena de cinco anos e dez meses de prisão. Ele ainda responde a outros processos por fraude, evasão fiscal e tentativa de suborno de funcionários públicos, mesmo tendo cooperado com a Justiça na elucidação de uma rede de crimes.

Nesses novos casos, pelos quais ainda está sendo julgado, ele pode ser condenado a penas maiores, de até dez anos, mas terá sorte se a Justiça acatar o pedido de que cumpra a pena menor por ter cooperado. O caso Abramoff, que envolve diversos ilícitos, inclusive financiamento ilegal de campanha, tem sido considerado emblemático e um dos responsáveis pela derrota republicana nas últimas eleições.

Ao todo, oito pessoas foram condenadas ou consideradas culpadas no seu esquema de corrupção, incluindo aí o ex-deputado republicado por Ohio Robert Ney e dois assessores de Abramoff. Outro indiciado foi o ex-líder do governo na Câmara, o ex-deputado republicano por Texas, Tom DeLay. O conselheiro político do presidente George Bush, Karl Rove, disse em entrevistas que calcula que, das 28 cadeiras perdidas por republicanos, dez foram perdidas por envolvimento em escândalos e seis outros foram derrotados por não reagirem rapidamente a esta questão, quando ela surgiu na campanha.

O Brasil se distancia de países em que há corrupção não pelas denúncias registradas, mas porque não há punição. Houve um tempo em que o Brasil se diferenciava do mundo pela taxa de inflação. O mundo inteiro com taxas baixas e o Brasil com aqueles percentuais extravagantes.

Leia mais aqui.

Questão de Justiça...

O pior títere é aquele que pensa e age como titeriteiro.

O pior titeriteiro é aquele que não perceber que seu títere criou vida própria.

Em ambos percebemos uma única intenção: o controle.

O diabo é que, tanto um como outro, só tem sucesso quando a participação da platéia. E não importa se com aplausos ou apupos, desde que participe. A pior platéia é aquela que se deixa controlar, seja pelo titeriteiro, seja pelo títere.

O comentário é vem do jornal O Globo de hoje.

IdeaValley

ELIO GASPARI – O Globo – 29/11/096 – Página 7

Lula decidiu criar a Bolsa-PMDB

O governo de coalizão que Lula faz de conta que deseja formar é uma empulhação a serviço da teatralidade.

Nosso Guia se reelegeu prometendo desenvolvimento econômico e até agora não ofereceu sequer um vestígio de que sabia do que falava. Seu governo de coalizão é um passatempo para si e um desperdício para a paciência alheia.

Lula não forma governo de coalizão porque a origem pessoal de seu mandato e a opinião que tem de si impedem que se coligue com quem quer que seja. Ele não se coliga nem com o PT. Urso que come dono não tem por que saber o que é isso. Há políticos que, por biografia e temperamento, formaram grandes coligações. FFHH, José Sarney e JK são bons exemplos. Há outros que, mesmo precisando formá-las, não conseguiram.

Quando tentaram, encrencaram-se: Fernando Collor, Jânio Quadros e Carlos Lacerda. A linha que separa os dois grupos foi traçada pelo Padre Eterno quando deu a uns o gosto pela bonomia e aos outros o apetite pelo rancor.

Leia mais aqui.

A preocupação nossa de cada dia...

E só agora se descobriu isso?

Talvez porque este país é riquíssimo, talvez porque o povo não tem do que reclamar, pois abundam empregos, o salário-mínimo é mera referência para cálculos dos salários reais, não existe miséria, todos têm moradia, saúde e educação de primeiro mundo, dificilmente as pessoas deixam de viajar ao exterior nas férias e fome é algo erradicado de há muito. Aí, se explica...; a matéria vem da Tribuna da Imprensa On-line.

CNJ manda Judiciário cortar supersalários

BRASÍLIA - A presidente do Conselho Nacional de Justiça (CNJ), e do Supremo Tribunal Federal (STF), Ellen Gracie, anunciou ontem que 2.978 pessoas recebem salários acima do permitido no Poder Judiciário - de R$ 24.500 (federal) e R$ 22.111 (estadual). Entre elas estão magistrados, servidores do Justiça da ativa e aposentados e pensionistas. Ellen Gracie disse que comunicará aos presidentes dos tribunais aos quais essas pessoas pertencem que os supersalários têm de ser cortados a partir deste mês.

"Os tribunais têm que fazer as suas adequações para que os salários de seus servidores e magistrados estejam dentro do teto estabelecido pelo CNJ", disse Ellen Gracie. No entanto, é esperada uma grande reação no Judiciário, principalmente nos tribunais de Justiça (TJs), onde estão concentrados os casos irregulares e onde o salário máximo deveria ser de R$ 22.111,25.

De acordo com as informações do CNJ, das 2.978 pessoas em situação irregular, 2.857 são ligadas a TJs. Os outros 121 casos foram encontrados no Tribunal Regional Federal (TRF) da 5ª Região. Os atingidos pela medida poderão tentar conseguir liminares na Justiça para manter o valor de seus contracheques. Há chances de êxito. Cerca de 200 desses supersalários pertencem a desembargadores.

Leia mais aqui.

Pizzaria Brasil (2)
Quem precisa?

Vale ver e ouvir a charge de hoje do site Charge.com.br. Se for ver a partir de amanhã, procure por “Cotidiano – todos juntos, vamos!”.

Pizzaria Brasil (1)

Da coluna de Claudio Humberto, na Folha de Londrina

''Vivi cinco meses de Sexta-Feira da Paixão; hoje é minha Páscoa.''
Senador Magno Malta (PL-ES) desabafando após ter cassação arquivada pelo Senado
Briga de ministras

O clima esquentou no Planalto, segunda à tarde, com o bate-boca entre as ministras Dilma Rousseff (Casa Civil) e Marina Silva (Meio Ambiente), que disse não aceitar a decisão do governo de passar por cima até de licenças ambientais para ''destravar'' obras necessárias. Dilma não gostou do tom e o tempo fechou. Só faltaram puxões de cabelos. Agora, o ministério ficou pequeno demais para as duas. Lula gosta de Marina, mas precisa de Dilma.
Comentário do Velhinho: Mera especulação..., e se o embate foi de caso pensado?

Deprê
Nove entre dez amigos do ex-ministro José Dirceu atestam que ele anda deprimido. Talvez porque não esteja encontrando dez amigos.
Comentário do Velhinho: Melhor que isso não se espalhe. Ninguém contrata consultor em depressão..., ou em queda...

Chupa-cabra
Gedimar Passos, da gangue do dossiê, disse ontem que foi ''torturado'' pela Polícia Federal. Mas não incluiu mordida de sanguessuga na tortura.
Missão impossível
Tortura por tortura, o ex-PF Gedimar Passos poderia esclarecer por que se aposentou tão cedo para estabelecer-se como advogado ''aloprado''.
Dedo na cara
O senador ACM (PFL-BA) girou sua metralhadora ontem contra a revista Carta Capital, acusando-a de viver do dinheiro do governo do PT.
Comentário do Velhinho: O senador não entendeu. É o balão de ensaio de uma imprensa democratizada...

Mércio só quer rosetar
O presidente da Funai, Mércio Pereira, não toma Simancol: viciado em viagens por conta do Erário, ele saiu de férias sem resolver o problema dos índios Xikrin, que até invadiram a Cia Vale do Rio Doce para forçar o reajuste do auxílio mensal da empresa. Sem ajuda da Funai, os mil índios passam necessidades no Pará. Mas Mércio não abriu mão do passeio.
Comentário do Velhinho: Ora, mas para quê a pressa?

Marca registrada
Ney Suassuna, Serys Slhessarenko e Magno Malta escaparam da cassação, talvez não dos apelidos. Suassuga, Seryssuga e Magnossuga.
Patrulha
A segurança do Congresso Nacional agora barra o acesso, no Salão Verde, de homens que não usarem gravata e não vestirem seus paletós.
Cadafalso
A Câmara vota dia 6 a cassação do deputado José Janene (PP-PR), tido como um dos principais operadores de José Dirceu no mensalão.
Candidatura
O deputado Ciro Nogueira (PP-PI) comunicou a Aldo Rebelo, ontem, que será candidato a presidente da Câmara caso ele não dispute a reeleição. É bom não subestimar o fiel escudeiro do ex-deputado Severino Cavalcanti.
'Enterro' de Alckmin
Reunidos em Higienópolis, cardeais tucanos combinaram tentar atrair o prefeito paulistano Gilberto Kassab (PFL) para o PSDB e enterrar o grupo covista, que embala a candidatura de Geraldo Alckmin a prefeito em 2008.
Estréia
O embaixador do Brasil na Nigéria, Pedro Luiz Rodrigues, fará hoje a sua estréia como anfitrião do presidente Lula, na Cúpula África-América do Sul - que reunirá chefes de Estado e de governo de ambos os continentes.
Nem aí
Os ministros da Defesa, Desenvolvimento Agrário, Educação, Meio Ambiente, Saúde e Transportes estão sujeitos a processos por crime de responsabilidade: ignoram os requerimentos de informações do Congresso.
Libertado
O advogado Antônio Carlos de Almeida Castro obteve mais uma vitória no Superior Tribunal de Justiça: Norberto Mânica, acusado de mandar matar fiscais do trabalho, foi libertado: não haveria provas concretas contra ele.
Eca
Assessoras do Senado já estão incomodadas: sempre que o senador João Batista Motta (PSDB-ES) vai ao toalete volta com o paletó por dentro das calças. E enxuga o suor do rosto com o lenço que usa para assoar o nariz.
Epidemia
Seis deputados sanguessugas usaram a mesma desculpa (''doença'') para fugir ao depoimento no Conselho de Ética. A epidemia é uma manobra para evitar o julgamento dos suspeitos com a máfia dos sanguesssugas.
Comentário do Velhinho: Eles devem estar evitando sal, também...

Persistência
Ricardo ''aloprado'' Berzoini (PT-SP) anda pelos corredores da Câmara delirando como um paciente fortemente febril. Garantiu ontem à coluna que não vai desistir da presidência nacional do PT, embora Lula o queira longe.
Pensando bem...
...lugar de delinqüente Juvenil amadurecer é na Febem, e não na Câmara.
PODER SEM PUDOR
Ele não avisou
O senador Antero Paes de Barros (PSDB-MT) emocionou a adversária Serys Slhessarenko (PT-MT) ao votar a favor do arquivamento do processo sobre o envolvimento dela com a máfia dos sanguessugas. Mas o tucano registrou a certeza de que o deputado Carlos Abicalil (PT-MT) mente ao afirmar que recebeu telefonemas da gangue do dossiê para alertá-lo da armação contra Serys. A pergunta de Antero ficou sem resposta:
- Abicalil avisou a senadora?

28 novembro 2006

In memoriam...
Recepção solene...
Escorregam uns e outros, mas... 75 dias...
Circus Maximus...

Será que pode deixar de gracie, digo, graça?

Será que “neztepaís” haveremos de ter sempre marajás, nababos, pretores e pais da pátria que não se dão conta que são servidores públicos e não “donos” do povo e do bolso do povo? Instituamos uma democracia real. Que os salários sejam estipulados numa negociação entre patrão e empregados. Consultem o povo-patrão (e não patão) através de um referendo a cada aumento salarial para essa “casta” que se tornou parcela do serviço público. Eleitos ou indicados, eles precisam mais é mostrar serviço do que requerer aumentos de salários que já são astronômicos.

28 de novembro de 2006 - 07:49

Polêmica faz presidente do STF cancelar visita à Câmara

Ministra Ellen Gracie deve anunciar lista dos supersalários do Judiciário nesta terça

SÃO PAULO - Os projetos que elevam os salários dos ministros do Supremo Tribunal Federal (STF) e criam um jetom para integrantes do Conselho Nacional de Justiça (CNJ) repercutiram negativamente e levaram a presidente do STF, Ellen Gracie, a cancelar a reunião marcada para esta terça-feira com o presidente da Câmara, Aldo Rebelo (PCdoB-SP) e os líderes partidários. As duas propostas polêmicas - além de uma outra, que cria novos cargos no STF - foram retiradas da pauta prevista para esta semana.

A ministra deve anunciar nesta terça o número de desembargadores e servidores do Poder Judiciário que recebem os chamados supersalários. No entanto, os nomes dos magistrados e funcionários da Justiça que recebem remunerações superiores ao teto do funcionalismo - R$ 24,5 mil - não devem ser anunciados. Por meio do documento, o conselho deve ainda comunicar aos tribunais estaduais de todo o País que é preciso adequar os vencimentos aos patamares legais.

Leia mais aqui. É importante estar acompanhando o caso.

Montando a arapuca...
No primeiro dia, eles arrancam uma rosa de seu jardim e você não diz nada, não faz nada...

Retirei a postagem abaixo do Blog da Alcinea Cavalcante (Xô Sarney, Xô Censura, lembram?). Já acessei o site (em inglês) e fiz minha adesão ao movimento. Não dói! Podem ir sossegados...

Do blog Aparte:
"LIBERDADE EM QUALQUER PARTE DO MUNDO
Abdel Kareem Nabil Soliman, um bloguer egípcio de 22 anos encontra-se preso pelas autoridades devido a opiniões publicadas no seu blog.
Convido todos os que por aqui passam a assinar a petição online pedindo a sua libertação.
Para assinar a petição clique aqui."

Mão de obra cara, muito cara...

É preciso afinar a viola, de fora prá dentro, de dentro prá fora...

Uma adaptação de Arnaldo Jabor, publicada no jornal O Globo de hoje. Dá para pensar...

Deus cria o mundo por computador (*)

A natureza está sendo digitalizada

No princípio era o computador. E Deus disse:

— Faça-se a luz!
*Entre com a identificação do usuário!
— OK. Sou Deus.

*Entre com a senha

— Onisciente.

*Senha incorreta. Tente de novo.

— Onipotente.

*Senha incorreta.

— Tecnocrata.

*OK

Leia até o final, clicando aqui.

Mão de obra barata...

Silvícolas e seus descendentes aprendem com o homem branco e não querem espelho: eles são o espelho...

E começam a agir feito o homem branco, em defesa de seus direitos. A ponto do caso chegar na OEA, via Companhia Vale do Rio Doce. E no embrólio, pergunta-se: O que é da FUNAI? Leia o comentário de Josué Maranhão.

Brasil denunciado na OEA
O Brasil se tornou conhecido no mundo como um dos países mais respeitadores das regras de direito internacional e, notadamente, dos compromissos assumidos perante organismos multinacionais aos quais está vinculado.
Ao contrário de muitos países, principalmente os chamados “países desenvolvidos”, ou “grandes potências”, não se tinha notícia de representações contra o Brasil perante a Organização das Nações Unidas – ONU, ou junto à Organização dos Estados Americanos - OEA.
Não se sabia de denúncias e, obviamente, muito menos jamais se falou em condenação.
Merece até destacar que naqueles dois organismos o Brasil figura como um dos países fundadores e com participação decisiva na elaboração dos estatutos e na formulação de regras impostas aos associados.
Não era diferente a reputação do Brasil no que se refere ao cumprimento das disposições constantes dos tratados internacionais.
Ultimamente, no entanto, a boa fama do Brasil vem sendo manchada, não somente pela ocorrência de denúncias, mas notadamente pela comprovação da procedência das reclamações.

Leia mais aqui. É interessante a continuação.

The Dark side...

Da coluna de Claudio Humberto, na Folha de Londrina

‘‘Não se pode brincar com as contas públicas.’’
Ministro Márcio Thomaz Bastos (Justiça) sobre o aumento para o Judiciário
Petros vira financeira

A Petros - fundo de pensão da Petrobras - deve fechar uma operação milionária de empréstimo a uma pequena central hidrelétrica de Rondônia cuja capacidade de endividamento é questionada. A decisão é do presidente da Petros, Wagner Pinheiro. O valor, R$ 75 milhões, revelado por técnicos envolvidos na operação, é negado pela Petros, que não informa o montante e ainda garante que ‘‘nada está decidido’’.
Comentário do Velhinho: Onde tem fumaça...

Procura-se
O governador Paulo Souto (PFL) não romperá com ACM, mas procura outro partido. Exceto o PSDB, que já tem dono na Bahia: o deputado Jutahy Jr.
Cai o pano
O borbulhante Tilden Santiago, do PT festivo, foi demitido da embaixada em Cuba. Será
Funai de fora
Liderados pelos caiapós Raoni e Megaron, 34 caciques pedem que o presidente da Funasa, Paulo Lustosa, seja o interlocutor do governo federal.
Sem saída
O governo Lula não deixa de ser coerente: enquanto nas rodovias temos buracos, nas aerovias temos vazios.
Aldo evita ‘chapa branca’
O presidente Lula disse aos aliados do PMDB e PTB e comunicou à direção do PT que apóia a reeleição de Aldo Rebelo à presidência da Câmara. Apesar disso, Rebelo não é considerado ‘‘chapa branca’’ pelos líderes do PFL e PSDB, que o preferem ao líder do PT, Arlindo Chinaglia (PT-SP), ou a Geddel Vieira Lima (PMDB-BA), considerados submissos ao Planalto.
Metal forte
O deputado Fernando Gabeira (PV-RJ), quem diria, não resistiu à força do metal: recebeu doações de R$ 150 mil da indústria siderúrgica.
Gastança
Exemplo de ‘‘corte de gastos’’ do governo Lula: custar-nos-á R$ 1,7 milhão, em um mês, a agência de viagens contratada pelo Ministério do Esporte.
Comentário do Velhinho: Não é privilégio do governo Lula. O mau exemplo do governo já vem de longa data e com carimbos do Executivo, Legislativo e Judiciário. Seguem o mote do evangelho: “Mateus, primeiro os meus...”

Espelho meu

A demissão do chefe do Controle Aéreo, brigadeiro Paulo Roberto Vilarinho, confirmada sexta, foi antecipada nesta coluna 25 dias antes, no dia 1º.
Pais e filhos

A delegada paulista Elisabete Sato, que concluiu ser ‘‘crime comum’’ a morte do prefeito Celso Daniel, teria laços com o genro do presidente Lula, Marcelo Sato, cujo pai seria tio-avô dela. Marcelo não respondeu à coluna.
Rede 007

O Oriente Médio ainda não está nos planos da rede de espiões da Agência Brasileira de Inteligência. Por enquanto, agentes da Abin vão para Bolívia e Venezuela. Enviar outros para Paraguai e Colômbia depende de verba.
Cena

O ministro Tarso Genro (Relações Institucionais) visita hoje Renan Calheiros para pedir pressa na votação do Orçamento. E só: o presidente do Senado só fala de política de aliança com o presidente da República.
Adiamento

O PT pressiona o presidente da Câmara, Aldo Rebelo, a adiar novamente a votação do indicado para o Tribunal de Contas da União, amanhã. Paulo Delgado (PT-MG) quer ganhar tempo, porque Aroldo Cedraz (BA) é favorito.
À flor da pele

Na Semana de Valorização da Pessoa com Deficiência, o senador Paulo Paim (PT-RS) emocionou-se ao ler o relato de um jovem albino, e teve que interromper a leitura, com a voz embargada e os olhos marejados.
Crime organizado

A CPI do Tráfico de Armas vota amanhã o relatório final, indiciando 16 pessoas, incluindo Marcola e os dois advogados e um técnico da Câmara que negociaram o CD com o depoimento de um delegado à CPI.
Culpa dos Simpsons

A Hotels, bíblia da hotelaria mundial, noticiou o assalto a 18 turistas idosos ingleses, no Rio: ‘‘Aterrorizante’’. Em 2002, a Riotur ameaçou processar a Fox porque o desenho ‘‘Simpsons’’ mencionou seqüestros na cidade.
Pés juntos

Atual gerente na Petrobras, o ex-diretor Rogério Manso nega vinculação ao PSDB e jura lealdade a Ildo Sauer, seu chefe, titular do ambicionado cargo de diretor de Gás Energia.
Perguntar não condena

Juvenil do PT é o mesmo que Juventude do PT?
Pensando bem...

...com tanto crime, o próximo censo demográfico no Rio não contará os vivos, mas os mortos.

27 novembro 2006

Uma imprensa livre e democrática...
E lá vamos nós... 74 dias...
Não vai dar outra, mas segue outro recado à Câmara...

Remexendo a história recente...

Sempre é interessante vermos várias opiniões sobre um assunto. Algumas começamos a ler e, como não nos apetece, descartamos como inconsistentes. Assim, mantemos uma viseira em nossos olhares. O que tiverem disposição lerão até o fim a postagem abaixo, retirada do blog de Reinaldo Azevedo, outros nem lerão a primeira linha, sabendo o autor. Livre-arbítrio.

Os mortos da ditadura: mito e realidade

Certos raciocínios são mesmo inaceitáveis. Perguntam-me, em vocabulário impublicável, de onde tirei os números sobre os mortos da ditadura no Brasil. Pois não. Do livro Dos Filhos Deste Solo, escrito pelo ex-ministro Nilmário Miranda, petista, e pelo jornalista Carlos Tibúrcio. Aliás, é uma co-edição da Boitempo Editorial (aquela do caso Emir Sader) e da Fundação Perseu Abramo, ligada ao PT. Logo, senhores esquerdistas, a fonte é a melhor possível para vocês. Reitero o que já havia escrito: não deveria ter morrido uma só pessoa sob a guarda do Estado. Mas é uma estupidez e uma fraude querer comparar o que se deu no Brasil com o que aconteceu na Argentina ou na Cuba de Fidel Castro — por que não?
Para ser preciso, o livro lista, com enorme boa vontade nos critérios, 424 casos de pessoas que teriam morrido ou que ainda são dadas como desaparecidas em razão do regime militar — ainda que numa razão nem sempre direta. Estão contados aí pessoas vítimas de acidentes, suicídios, gente que morreu no exterior e até os justiçamentos: esquerdistas assassinados por esquerdistas porque supostos traidores. Sim, meus caros: a esquerda nunca viu mal nenhum em aplicar a pena de morte. Sem tribunal ou direito de defesa.
Desses 424 — logo, bem menos do que os 500 que eu mesmo mencionei porque estava com preguiça de ir à fonte —, assassinados mesmo, comprovadamente, foram 293 pessoas. Mas atenção: isso inclui as que morreram na guerrilha do Araguaia: gente que estava armada, para matar ou morrer. Dá para saber até a distribuição dos mortos segundo as tendências:
ALN-Molipo – 72 mortes (inclui quatro justiçamentos)
PC do B – 68 (58 no Araguaia)
PCB – 38
VPR – 37
VAR-Palmares – 17
PCBR – 16
MR-8 – 15
MNR – 10
AP – 10
POLOP – 7
Port - 3

Leia mais aqui.

Recado para a Câmara e ao CNJ...

Chips or tits?

Não sei se efetivamente o tal chip vai reduzir risco de furto ou roubo de veículos automotores, uma vez que a traquitana poderá ser descartada pelo criminoso e substituída por um falso chip, mas sei que existem países que usam de criatividade para tentar conscientizar sua população de motorista acerca do limite de velocidade.

A dica veio do site Alerta Total.

Levante o Blusão
Agentes de trânsito loiras, com os seios desnudos, “acalmam” o trânsito na capital da Dinamarca.
Elas levantam placas sinalizando que a velocidade máxima em todas as ruas de Copenhague é de 50 km/h.
A campanha de trânsito inusitada levou uma ONG a propor ação judicial contra o "espalhafato".
A emissora de televisão RFSF, do Canadá, realizou uma matéria de repercussão mundial.
Veja em ação as agentes de trânsito com os seios desnudos.
Se a moda pega no Brasil, principalmente no trânsito maravilhoso de São Paulo, comandado pela Companhia de Engarrafamento de Trânsito local...

Essa é a nossa canção...

Da coluna de Claudio Humberto, na Folha de Londrina

''O governo Lula criou a PT Tour''
Deputado tucano Gustavo Fruet (PR) sobre a explosão de gastos com passagens
ONG: duto de salsa

Ex-secretário de Meio Ambiente na Baixada Fluminense, Hélio Vanderlei Coelho diz que ''não quer falar'' sobre sua anunciada convocação à CPI das ONGs em Brasília para explicar suposto favorecimento à ONG Onda Verde, que em 2005 recebeu com o Instituto Terra R$ 1,6 milhão da Petrobras para o programa ''Agricultura Familiar em faixa de dutos''. Hélio nega chefiar a Onda Verde e assessorar o prefeito petista de Paracambi, André Ceciliano.
Não tem jeito
A proposta de Orçamento para 2007, enviada pelo governo ao Congresso, prevê redução de R$ 40 milhões para proteção e segurança de vôo.
Gaudenzi
Atual diretor da Agência Espacial Brasileira, Sérgio Gaudenzi é um dos mais cotados para a Secretaria de Indústria do baiano Jaques Wagner (PT).
Paralisação
Sem dois conselheiros, a Anatel corre o risco de fechar em dezembro e só voltar ao trabalho em fevereiro. É que não há quorum para votações.
Cara a cara
O gabinete do senador eleito Cícero Lucena (PSDB-PB) ficará em frente ao do inimigo José Maranhão (PMDB-PB), no Senado. Vai sair faísca.
MS: esquema não compensa
O Ministério Público Federal investiga, no governo do Mato Grosso do Sul, uma esperta operação de compensação de créditos que pode fisgar um peixe graúdo: o governador Zeca do PT. A operação, semelhante a outra, com a BR Distribuidora, foi realizada com empresas frigoríficas gigantes na reta final da campanha, para o financiamento ilegal de candidaturas.
Brasil real
Com a proximidade do Natal, aumenta o número de crianças pedindo esmolas nos semáforos de Brasília - a maior renda per capita do País.
Vade retro
Cada parlamentar tem R$ 6 milhões de emenda individual e, por lei, precisa destinar pelo menos 30% disso para saúde. Exceto ambulâncias, é claro.
Sonho
Sigmaringa Seixas (PT-DF), que esteve cotado para o Tribunal de Contas da União, tem um sonho: ser ministro do Superior Tribunal Militar.
Articulação
O ex-diretor Rogério Manso, tucano desde criancinha, articula seu retorno à Petrobras na diretoria de Gás e Energia. Diz ter apoio de setores do PT para substituir Ildo Sauer, a caminho do Instituto de Eletrotécnica da USP.
Novas bases
O presidente da Câmara, Aldo Rebelo, aguarda o estudo encomendado à Fundação Getúlio Vargas, que avalia, entre outras coisas, a viabilidade de uma verba única para os deputados, em lugar dos vários penduricalhos.
Comentário do Velhinho: Eles ainda não entenderam que é preciso cortar gastos. Podiam começar mantendo o salário desejado de R$ 24.000,00 e cortando TODAS as demais regalias...

Sobrou pra nós
Advogados ficaram ouriçados com a possível culpa dos controladores de vôo pelo acidente da Gol. Isso transformará o Tesouro Nacional - nós, os contribuintes - no alvo preferencial dos pedidos judiciais de indenização.
Sem veto
Tarso Genro, que sonha com a pasta da Justiça, está feliz: Paulo Lacerda, diretor da Polícia Federal, disse-lhe que a decisão de deixar o governo com Márcio Thomaz Bastos nada tem com sua eventual escolha para o cargo.
Bolo de rolo
Vai para os anais forenses, por inusitada, a investigação policial da morte do prefeito Celso Daniel: cada testemunha morta tem inquérito em delegacia diferente e não se conecta. Alguns inquéritos foram arquivados.
Comentário do Velhinho: E dos anais para o penico?

Amor à vida
Os irmãos de Celso Daniel confiam tanto na polícia que dispensaram o programa de proteção a testemunhas. O economista Bruno dá aulas na França. João está no interior do Brasil, protegido por um colega médico.
De mentirinha
A Abin criou curioso sistema hierárquico sem ''ascendência funcional'', mas equivalente a carreiras de Estado: comandante de Inteligência araponga é ''coronel'' e também ''embaixador'', com direito à certificado oficial.
Cadillac é cultura
A dançarina, cantora e atriz pornô Rita Cadillac é tema do documentário vencedor do concurso Documenta Brasil, parceria do SBT com o Ministério da Cultura e Petrobras, que deu R$ 550 mil para a produção do filme.

26 novembro 2006

E depois estranham o ditado: "Alegria de palhaço é ver circo pegar fogo..."
Domingão... 73 dias... dizem que daqui 30 dias sai algum resultado... até lá, contamos...
Prato do dia...

Chipando...(2)

Essa vem da Folha On-line

25/11/2006 - 10h56

Implantação de chip na frota de SP deverá custar até R$ 400 milhões

ALENCAR IZIDORO da Folha de S.Paulo
A implantação de chips nos veículos e da infra-estrutura para monitorar a frota da cidade de São Paulo de forma automática "dificilmente" ultrapassará R$ 400 milhões, valor próximo da receita anual do município com as multas de trânsito, diz Roberto Scaringella, presidente da CET (Companhia de Engenharia de Tráfego).
Segundo ele, esse valor faz parte das primeiras estimativas para adotar a tecnologia que será obrigatória no país em até cinco anos --e que o prefeito Gilberto Kassab (PFL) pretende fazer em dois anos.
Essa quantia não abrange as despesas futuras para a manutenção do sistema.
Os chips, regulamentados nesta semana pelo Contran (Conselho Nacional de Trânsito), serão um tipo de placa eletrônica que armazenará informações dos veículos e que será identificada em tempo real onde forem instaladas antenas.
O projeto é defendido pelos governos federal e municipal como uma forma de identificar veículos furtados, roubados ou com débitos de IPVA, de aumentar a fiscalização de infrações e de permitir a gestão do trânsito de forma instantânea, sendo possível detectar vias congestionadas. A tecnologia também facilita, no futuro, a existência de cobranças eletrônicas como pedágios urbanos. (grifo nosso e o Velhinho pergunta: vocês acreditam que esse futuro será a curto, médio ou longo prazo?)
Kassab se reuniu ontem com Márcio Fortes, ministro das Cidades, e prometeu que, em São Paulo, a despesa do motorista para a instalação do chip na hora do licenciamento "será zero", ficando tudo a cargo do poder público em parceria com a iniciativa privada --cita as seguradoras como interessadas.
A implantação da nova tecnologia poderá se aproximar do total de gastos anuais da CET.
Scaringella alega que a frota clandestina, que não paga IPVA nem multas e se aproxima de 30% do total, tende a sair da ilegalidade devido à nova fiscalização, aumentando a arrecadação. Nas contas dele, haveria uma receita potencial de R$ 1,7 bilhão com essa regularização.
A resolução do Contran que determinou a obrigatoriedade dos chips não diz quem vai pagar pelo aparelho.
Fortes, cotado para sair do governo Lula no ano que vem, disse que a "palavra" dele é uma garantia de que nenhum motorista pagará pelo chip. Questionado sobre a falta de compromisso formal, respondeu: "Estará registrado pela mídia, e acho que a palavra dos administradores ainda vale".

Amigão...

Chipando...

E tem gente que acredita ser para proteger os cidadãos que tem carro de possíveis assaltos...

ELIO GASPARI – O Globo – 26/11/06 – Página 14

Mãos ao alto! Este é um chip RFID
A decisão do Conselho Nacional de Trânsito de obrigar os 43 milhões de veículos que trafegam em Pindorama a carregar um chip é uma tunga autoritária.

Ela permitirá aos transportecas rastrear os movimentos dos cidadãos. A jabuticaba eletrônica destinase a patrocinar a proliferação dos pedágios.

Por exemplo: uma cidade poderá instituir um pedágio – engarrafamento.

Quem circular nos horários de pico pagará por isso, como se alguém entrasse em avenida congestionada por prazer. (Parece fantasia, mas não é.) Estimando-se que cada chip valha R$ 20, só esse pedaço da operação custará perto de R$ bilhão. No barato, os equipamentos adicionais sairão por mais R$ 2 bilhões.

Dizem os çábios que a medida não custará nada a quem tem carro. Custará a quem? Aos que não os têm? Ainda não faz um mês que Milton Friedman morreu e já inventaram o chip grátis.

A iniciativa atende à voracidade arrecadadora do condomínio tucano-pefelê de São Paulo, que planeja implantar o sistema até 2008. O prefeito Gilberto Kassab e os transportecas tucanos são craques. Cobram caro a quem tem pouco e armam um avanço sobre o bolso dos demais. Kassab corre atrás de uma tecnologia que em Nova York é usada para baratear as tarifas.

(Um mês de uso do bilhete único integrado de São Paulo custará US$ 100. O da miserável NY sai por US$ 76.) Os chips, também conhecidos como RFID (Radio Frequency Identification, ou Identificador de Radiofreqüência), permitem o rastreamento de pacientes em hospitais, de cargas em estradas, bem como a leitura de cartões de crédito ou de passaportes.

Instalados pela vontade do freguês, existem em diversas cidades americanas, sempre embutidos em cartões de pedágio. Escondidos, renderam boicotes contra a Gillette e as lojas Benetton.

Dizer que o chip permitirá o rastreamento de carros roubados é um insulto à inteligência das vítimas e dos ladrões. Eles retiram o selinho que ficará no pára-brisa e ganham tempo. Correm o risco de serem multados em R$ 127.

Comentário do Velhinho: talvez seja interessante reler uma postagem anterior. Clique aqui.

Acomodando...

Da coluna de Claudio Humberto, na Folha de Londrina

''Quem vai ao Palácio é adesista''
Deputado José Carlos Aleluia (PFL-BA), para quem o endereço da oposição é o Congresso
Sebrae gera disputa

O presidente Lula cuida discretamente da sucessão do amigo-problema Paulo Okamotto na presidência do Sebrae Nacional. PT e PMDB disputam a indicação, tão importante quanto qualquer ministério. Okamotto foi quem comunicou a Lula o desejo de não renovar seu mandato, que expira em janeiro. O presidente ficou aliviado. O conselho deliberativo do Sebrae se reúne no dia 14 para escolher ou reeleger o presidente e demais diretores.
Fim da boca
Outro amigo do presidente Lula que vai perder a boquinha é o presidente do Sesi, Jair Meneghelli. Avisado, ele fez cara de paisagem. Mas vai sair.
Comentário do Velhinho: Ficará mais fácil, em caso de punhalada pelas costas. O presidente não ficará cheio de dedos para bater em gente do próprio partido e nem precisará chamar ninguém de “meninos”. Basta que a quota de aloprados tenha acabado...

Marcação
O PMDB está de olho no ministro Jorge Hage (Controladoria Geral da União): nos sorteios para fiscalizar prefeituras, só dá prefeito do partido.
Antecipação
Renan Calheiros é contra, mas o PMDB governista quer antecipar para janeiro a eleição que vai apear Michel Temer da presidência do partido.
Um mineiro nos Transportes
O engenheiro Marco Antonio Marques de Oliveira, atual diretor da Infraero, é o candidato do PMDB ao cargo de ministro dos Transportes. Especialista em intermodalidade, ele até já recebeu uma papelada da Casa Civil para estudar os problemas da pasta. Marco Antônio foi secretário de Obras do ex-governador maluquete Itamar Franco, em Minas.
Listão
A
CPI dos Sanguessugas fechou a lista com 600 prefeituras envolvidas na máfia das ambulâncias. Muitos prefeitos vão acabar no xilindró.
Comentário do Velhinho: Só acredito quando a sentença for dada, incluindo a devolução da grana.

Poder jovem
Clarissa Matheus (PMDB), filha bonita de Garotinho e Rosinha, vai disputar com Lindberg Faria (PT) a prefeitura de Nova Iguaçu (RJ).
O futuro
Concluindo seu livro de memórias da transição democrática, o ex-ministro Fernando Lyra vê o futuro político do Brasil nas mãos de dois netos ilustres: os governadores Aécio Neves (de Tancredo) e Eduardo Campos (Arraes).
Pé no jato
Quem pode, pode. O senador eleito João Claudino Jr (PI) chegou a Brasília no próprio avião. Ele é do PTB do ministro Walfrido Mares Guia (Turismo) e fechado com o governador Wellington Dias. Sabe onde aterrissa.
Estranho, é
Corre desde 2004 e envolve milhões o processo pelo uso do jingle do Barra Shopping sem autorização do criador, o genial Ronan Soares. O Tribunal de Justiça do Rio reconheceu a ilegalidade, mas a autorizou neste fim de ano.
Não dá idéia...
O ministro Augusto Nardes, do Tribunal de Contas da União, concluiu que R$ 500 milhões da Operação Tapa-Buracos, sem licitação, foram jogados ''literalmente na sarjeta''. Com sarjeta, ministro, seria muito mais caro.
Briga feia
Briga dos senadores José Maranhão e Ney Suassuna, ambos do PMDB-PB. Maranhão acusa o colega de falta de empenho em sua campanha no segundo turno e Suassuna diz que Maranhão boicotou sua reeleição.
Comentário do Velhinho: Jogo de cena. Na primeira oportunidade em que perceberem ganhos políticos (ou não) estarão de braços dados. Beijos não, por favor...

R$ 7 bi no ar
O presidente da Infraero, José Carlos Pereira, anunciará na abertura do I Fórum dos Aeroportos de Excelência da América do Sul, dia 4, em Brasília, investimentos de R$ 7 bilhões no setor, para os próximos quatro anos.
Passando a limpo
A Câmara Municipal de Angra dos Reis (RJ) realiza quarta (29) audiência pública para discutir a suspeita de doenças-- incluindo malformações congênitas - provocadas por usinas nucleares instaladas no município.

25 novembro 2006

Miguel Paiva e o Gatão de Meia Idade
Ceva...
É... sou chato! 72 dias e contando...
Pula-brejo
O (quase) Todo Poderoso...

Retirado do Blog do Josias de hoje.

Antes Lula achava que era Deus, agora tem certeza

Lonardo Boff disse certa vez que tem o desejo de “ver Deus”. E, citando Freud, arrematou: “Se eu morrer e chegar à presença de Deus, terei muito mais coisas a perguntar para Ele do que Ele para mim.”

Embora ainda não tenha se dado conta, o companheiro Boff já viu Deus. Na verdade, priva da intimidade do Senhor. Lula II está se sentindo o próprio Todo-Poderoso. Foi o que deu a entender em sua mais nova seqüência de trololós.

A palavra da moda é “destravar”. Sua Excelência o Magnânimo vem repetindo o vocábulo a mais não poder. "Neste primeiro mandato, eu já estou há dez dias fazendo reuniões setoriais para destravar esse país”, disse nesta sexta. “Quero começar o segundo mandato agindo de forma muito mais forte e ousada. Eu quero anunciar esse processo de desobstrução do Estado brasileiro ainda neste primeiro mandato."

O caminho de um governante, disse Lula, é pontilhado de provações: "Quando a gente é oposição, está tudo na ponta da língua. Mas quando a gente é governo, tem que fazer as coisas. E ao tentar fazer as coisas, encontra uma série de obstáculos."

Que obstáculos são esses? O presidente esclareceu: "As leis, as questões ambientais, a burocracia, a oposição, o Congresso, o Ministério Público e o TCU." Ora, ora, ora. Nunca na história desse país um governante foi assim, digamos, tão explícito. Chama de obstáculos o que, em verdade, é salvaguarda da coletividade contra eventuais abusos de seus governantes.

Desejaria o presidente governar acima das leis, devastando florestas à revelia, livre de incômodos opositores, sem a intermediação congressual e imune a fiscalizações? Por sorte, a democracia brasileira já ultrapassou a fase do pé-de-cabra destravador.

Lula voltou a prometer um Éden que combina crescimento econômico com desenvolvimento social. Disse que "o Brasil já fez todos os sacrifícios que tinha que fazer”. Precisa colher agora “um pouco de benefício.” Avalia que "o povo brasileiro já pagou todos os pecados que cometeu." Será?

Roga-se a Leonardo Boff que, no próximo encontro que tiver com Deus, antes de perguntar qualquer coisa, faça uma recomendação a Ele: que tome uma xícara de chá de camomila antes de cada pronunciamento público.

Comentário do Velhinho: Bem, se o senhor presidente ainda não se deu conta, no Brasil impera o Estado Democrático de Direito. Talvez a pergunta a ser feita seja: até quando? O Velhinho até estranhou que na qualificação de empecilhos, o senhor presidente tenha esquecido da imprensa e do direito da liberdade de expressão.

Outra pergunta não quer calar: O que realmente pretende o senhor presidente para fazer frente aos empecilhos citados?

Desejo x Realidade
Mãos ao alto! A bolsa ou a escola...

Não deixa de ter certa razão candidato derrotado Cristóvão Buarque. Mas a análise poderia ir um pouco além. Quais os reais interesses em não se promover as mudanças necessárias? E por que é importante usar a necessidade premente dos pobres para transformar o povo ou o eleitor em massa de manobra – ou bucha de canhão?

Cristóvão Buarque – O Globo – 25/11/06 – Opinião – Página 7

Derrota da inclusão social

Em 1998, um eleitor disse a um candidato que pleiteava a reeleição que ele tinha sido o melhor governador de seu estado, mas que não ganharia seu voto. Porque, embora considerasse seu governo ótimo, ele, pessoalmente, não tinha recebido qualquer benefício. Água, esgoto, escola, segurança tinham melhorado a vida de todos, mas não a dele próprio.

Isso explica a reeleição do presidente Lula em 2006. Ela foi uma vitória dos pobres que se identificam com ele e recebem a ajuda da Bolsa Família. Não foi uma vitória da expectativa brasileira pelo fim da pobreza. Na verdade, a opção do eleitorado indicou a vitória da persistência da pobreza, a derrota da marcha brasileira pela inclusão social, lenta marcha iniciada em 1888, com a abolição da escravidão. Vitória da pobreza porque ela se fortaleceu, ganhou mais resistência para continuar sendo a vergonha da nossa realidade social.

Leia mais aqui.

Responsabilidade x Culpa

A verdade depende da versão que prevalecer sobre as demais...

Lição paterna ao Velhinho: “Filho, existem 3 verdades na vida: a sua verdade, a minha verdade e A Verdade. A sua e a minha verdades estão contidas na Verdade. Mas nem a sua, nem a minha, contém a Verdade”.

Leia o artigo abaixo de Sebastião Nery, extraído da Tribuna da Imprensa On-Line e se perguntem: Onde está a Verdade?

Corrigindo a verdade

O general Castelo Branco era diretor da Escola Superior de Guerra no governo de Juscelino Kubitschek e em 58 convidou o saudoso deputado Renato Archer (PSD-Maranhão), oficial da reserva da Marinha e especialista em energia atômica, para fazer uma conferência sobre a política nacional de energia nuclear. E avisou que era proibida a divulgação.

O jornalista Medeiros Lima, que na época assinava a mais importante coluna da "Ultima Hora", assistiu à conferência e publicou tudo. Castelo ficou uma fera, certo de que Renato tinha traído o compromisso com a ESG. Telefonou para reclamar. Archer explicou o engano, mas em vão.

Dias depois, Archer foi almoçar no restaurante da Maison de France, no consulado da França no Rio. E encontrou Castelo Branco almoçando com o poeta milionário Augusto Frederico Schmidt, presidente da Orquima, empresa que explorava as areias monazíticas de Guarapari e tinha provocado a famosa Comissão Parlamentar de Inquérito sobre contrabando de minérios atômicos.

Leia toda a coluna aqui.

Unanimidade...

Da coluna de Claudio Humberto, na Folha de Londrina

''Quando a gente é oposição, está tudo na ponta da língua.''
Presidente Lula, finalmente descobrindo que é mais fácil falar do que fazer
Desculpa esfarrapada

A gangue do dossiê só dá fora. O ex-diretor do Banco do Brasil Expedito Veloso disse à CPI que seus telefonemas ao deputado Carlos Abicalil (PT-MT) eram para alertá-lo que Valdebran Padilha negociava o envolvimento da senadora Serys Slhessarenko (PT-MT) com a máfia das ambulâncias. Mentira: o nome de Serys foi jogado na lama em maio. E o grampo judicial revela telefonemas entre Veloso e Abicalil em agosto e setembro.
Comentários do Velhinho: Uma vez aloprado, sempre aloprado...

Dança do fico
O que mais se ouve nos gabinetes de Brasília é ''será que fico?''. É o drama confesso do presidente do Banco do Brasil, Rossano Maranhão.
Paraíso
O governador eleito do Rio, Sérgio Cabral, acertou com o presidente do Senado, Renan Calheiros, passar uns dias no paraíso: o litoral de Alagoas.
Assédio
André Pucinelli (PMDB), governador eleito do Mato Grosso do Sul, assedia o senador Delcídio Amaral (PT-MS), seu adversário, para uma conversa.
Vício maldito
Pesquisa do governo revela que cresceu o consumo de drogas em quatro anos. O resultado da última eleição mostra que a pesquisa está certa.
Comentários do Velhinho: Agora, tem de se agüentar 4 anos de terapia de choque... ou coisa pior...

Anac: perigo à vista
A Agência Nacional de Aviação Civil açambarcou o direito de centralizar as informações sobre atrasos e cancelamentos de vôos em todos os 800 pousos e decolagens diários. Foi uma exigência de seu diretor-geral, Milton Zuanazzi. É um risco: a agência não tem estrutura humana e nem de tecnologia de informações para bancar a operação.
Comentário do Velhinho: Mas para cada risco assumido por quem está no governo, sempre existe a possibilidade de se culpar o outro e alegar nada saber.

Tesouro da juventude
Imaginem se fosse maduro o deputado petista recém-eleito Juvenil Alves (PT-MG), preso pela PF por crimes financeiros de mais de R$ 1 bilhão.
Paredão
A prisão de Juvenil Alves foi notícia na agência de notícias chinesa Xinhua. Na China, como se sabe, político corrupto não acaba exatamente na cadeia.
Comentário do Velhinho: A família ainda continua arcando com as despesas da “justiça” naquelas bandas?

Suspeita
Brasília ferve com a notícia da suposta sociedade entre o deputado eleito do PT-MG, Juvenil Alves, preso na PF, e o ex-ministro José Dirceu. Humm...
Vai às compras?
Donos de jatinhos devem evitar o aeroporto de Congonhas, São Paulo, em dias de chuvas: correm o risco de derrapar, como o avião do governo do Amazonas, domingo (19), às 22h20m, interrompendo o tráfego até 0h48m.
Livrinho vermelho
Ontem foi mais um dia de estranhas falhas no palavrório incontrolável de Lula. Considerou ''obstáculos'' para seu governo deslanchar ''o Congresso, o Ministério Público, as leis e o TCU''. Só faltou culpar o povo.
Comentário do Velhinho: É difícil governar numa democracia..., não foram estas as palavras? Ou teria sido um lamento ameaçador?

Delegada econômica
Após um ano de investigação, tem 55 páginas, incluindo depoimentos, o relatório da delegada Elisabeth Sato, descartando crime político na morte do prefeito Celso Daniel. O pedido de arquivamento tem menos de meia lauda.
Comentário do Velhinho: Contudo, ao que se sabe, nesta investigação pessoas deixaram de ser ouvidas...

Crise de papel
A delegada só ouviu o empresário Ronan Maria Pinto, suspeito de participar da ''caixinha dos ônibus'' de Santo André. Promotores atribuem a economia à possível falta de papel na Secretaria de Segurança Pública de São Paulo.
Comentário do Velhinho: Pó, parece que o caso é grave. Dizem as más línguas que nos banheiros se usa papel de jornais e revistas impertinentes...

Longe do Margaux
Os quatro líderes tucanos se reuniram no apartamento de FHC com medo de serem flagrados em um restaurante bebendo um ótimo Chateau Margaux, como da outra vez. Na casa de FHC foi cafezinho, água e olhe lá.
CPI do Lobby
Depois de o ministro Joaquim Barbosa, do Supremo Tribunal Federal, acusar de tráfico de influência o ministro aposentado Maurício Corrêa, já tem gente na Câmara mencionando a criação de uma CPI do Lobby.
Dica de Paris
O deputado Zequinha Sarney (PV-MA), que viajou à França para um seminário sobre questões climáticas, quando vai a Paris se hospeda no Hotel Claridge Bellman, da Rue François, que nada tem de luxuoso.
Dois candidatos
Com a derrota da situação na OAB do Rio e Bahia, só dois candidatos disputarão em 31 de janeiro a sucessão de Roberto Busato na presidência da OAB: Aristóteles Atheniense, de Minas, e Cezar Britto, de Sergipe.
Pensando bem...
...do jeito que as coisas vão, o resultado do inquérito sobre o acidente da Gol não sairá nas páginas policiais, mas na seção ''Jogo dos Sete Erros''.