Você pode denunciar crimes de PRECONCEITO RELIGIOSO no Rio de Janeiro

Você sofre agressão, perseguição, coação ou qualquer ameaça por motivo religioso?

Denuncie através do site http://www.policiacivil.rj.gov.br na aba "DENÚNCIA"

Não é preciso se identificar!

A Constituição da República Federativa do Brasil determina, em seu Art. 5º, inciso VI: "É inviolável a liberdade de consciência e de crença, sendo assegurado o livre exercício dos cultos religiosos e garantida, na forma da lei, a proteção aos locais de culto e suas liturgias"

Seja Cidadão, defendendo seus direitos! Denuncie crimes de preconceito religioso!

Você também é uma vítima da CORRUPÇÃO!
Lembre-se disso nas próximas eleições...

30 setembro 2006

Já que é obrigatório, vote com inteligência...

Quanta bobagem...

Já pensou se Ministros de Estado fossem calados pela Justiça ao declararem ilações?

Enquanto isso, no Amapá, quem coloca um charge fotográfica do Sarney sofre censura sob os auspícios dessa mesma Justiça.

Ê lari-larái de rodinhas...

DELEGADO DA PF: “O OBJETIVO É ... O LULA”

30/09/2006 17:32h

Paulo Henrique Amorim

O Ministro das Relações Institucionais, Tarso Genro, acaba de informar que tem informações concretas de que o delegado Edmilson Bruno, da Policia Federal de São Apaulo, ao distribuir as fotos do dinheiro à Jovem Pan, ao Estado de S. Paulo, ao Globo e à Folha de S. Paulo disse que seu objetivo era “... o Lula e o PT e acabar com a eleição”.

Imediatamente após, o delegado Bruno, segundo Genro, simulou um B.O. (Boletim de Ocorrência) em que dizia que o CD com as fotos tinha sido roubado de sua mesa.

Segundo Genro, essa é “uma operação política para construir um cenário parecido com o do seqüestro do empresário Abílio Diniz, em 89, em cima da eleição, quando Lula enfrentou Collor, e interferir na vontade popular, se aproveitando de um cerco da mídia à campanha de re-eleição do presidente Lula”.

Segundo Genro, a mídia impediu que a população tivesse clareza de que foi o Governo Lula quem desbaratou as quadrilhas de vampiros e sanguessugas que estavam impunes desde o Governo anterior: “a população pensa, equivocadamente, que isso tudo foi montado no Governo Lula”, disse Genro.

Genro acredita que, dessa vez, porém, a população não vai se enganar. “Já foi enganada uma vez e agora está madura para fazer a opção”.

Comentário do Velhinho: Aquele seqüestro existiu. Tanto como membros do PT que foram presos por posse do dinheiro de origem ainda desconhecida. Isso são fatos. É preciso sim, divulgar tanto os financistas dessa operação como o conteúdo do tal dossiê, completo. Seria muito bom se tudo fosse divulgado ONTEM. Mas parece que só para a semana... uma pena...

Até lá, doidivanas de ambos os lados e extremos lançarão bombas de fumaça e “pérolas” para quem quiser engolir.

O Velhinho Rabugento tem alergia a bombas de efeito moral e petiscos envenenados. E você? Engole tudo o que aparece pela frente, ou quer saber quem fez, porque fez e como fez?

E durma-se com um barulho desses...

Direto do Amapá
Tá pintando uma nova senadora, negra da terra, orgulhosa de suas origens, quilombola, assistente social e ex-PM . Agora é com o povo do Amapá! É hora de mudar...

Direto do Amapá

Link com a Folha do Amapá

Capi e Waldez no segundo turno

30/09/06

Domiciano Gomes

Pesquisa do Instituto Inpson aponta Capiberibe com dois pontos de vantagem sobre Waldez Góes. O candidato do PSB tem 39,3% e o governador 37,3%. Para o Senado, Cristina Almeida (PSB) ganha a eleição numa disputa acirrada com José Sarney PMDB). Foram ouvidas 1.022 pessoas nos municípios de Macapá, Santana e Laranjal do Jari, que representam 80% do eleitorado amapaense.

Nova pesquisa do Instituto de Pesquisas Sociais de Opinião e Mercado (Inpson) realizada entre 27 e 29 de setembro confirma liderança do candidato ao governo João Alberto Capiberibe (PSB) com 39,3% das intenções dos votos. O governador Waldez Góes (PDT), candidato à reeleição pela coligação União pelo Amapá, aparece em segundo lugar com 37,3%, seguido de Papaléo Paes (PSDB), da coligação Amapá Desenvolvimento com Dignidade, com 7,6%.

(...)

A pesquisa encomendada pelo Z. Sistema Equatorial de Comunicação Ltda. foi registrada no Tribunal Regional Eleitoral (TER) com o número 123/2006.
Na pesquisa anterior, realizada pelo instituto em agosto passado, o candidato Capiberibe tinha 47,8% das intenções de voto. Já o segundo colocado, Waldez Góes, aparecia com 35%, Papaléo Paes, 5,1%, Clécio Luís 0,6%, Errolflynn Paixão 0,3%, Nonato Souza 0,3%. Gil Mauro não foi citado pelos eleitores.
Na disputa ao Senado Cristina Almeida (PSB) e José Sarney (PMDB) estão tecnicamente empatados. Cristina obteve 43,2% das intenções de voto contra 41,6% de Sarney. Na pesquisa anterior Sarney tinha 51,3% da preferência do eleitorado contra 15,4% da candidata socialista, que pela primeira vez disputa um pleito eleitoral.
Leia a matéria completa clicando aqui.

Relembrando...
Ato ou caráter falho?
Miguel Paiva e o Gatão de Meia Idade
Tropeços...

A mancha se avança...

Agora, do Blog do Noblat:

Sergipe - Pesquisa proibida (Deda vence)

Foi Sergipe o único Estado que não teve a pesquisa Ibope de ontem liberada para publicação pelo Tribunal Superior Eleitoral. Os números proibidos mostram que o grupo liderado pelo governador João Alves, do PFL, corre sério risco de perder para o PT não só o governo, mas também a única vaga ao Senado.

Impedido pelos Tribunais Regionais Eleitorais de divulgar pesquisas de Tocantins, Sergipe e Paraíba, o Ibope conseguiu derrubar no TSE as liminares relativas a dois deles - Tocantins e Paraíba.

No caso de Sergipe, o pedido foi indeferido pelo juiz José Delgado, do TSE, embora os argumentos usados para proibir a divulgação da pesquisa tivessem sido os mesmos. Somente o plenário do TSE pode mudar a decisão.

Os números secretos: Marcelo Déda, do PT, venceria a corrida para o governo no primeiro turno com 53% dos votos válidos contra 43% de João Alves; e José Eduardo Dutra, do PT, está tecnicamente empatado com a pefelista Maria do Carmo Alves, mulher de João Alves, na corrida para o Senado - ele com 41% e ela com 42% das intenções de voto.

A margem de erro da pesquisa é de 3 pontos percentuais.

Comentário do Velhinho: Independente das decisões do TSE, essa mancha começa a feder...

Mancha na confiança...

Direto do site do Claudio Humberto:

30/09/2006 | 14:50

Ibope sob suspeita também na Paraíba

O Tribunal Regional Eleitoral da Paraíba acatou ontem a representação com pedido de liminar impetrada pela Coligação Paraíba de Futuro, que solicitou a suspensão da pesquisa de opinião pública encomenda pela Rede Paraíba de Televisão ao Ibope que seria publicada neste final de semana. O relator, juiz eleitoral José Tarcísio, foi voto vencido. O Procurador Regional Eleitoral, José Guilherme Ferraz entendeu que na pesquisa havia indícios de irregularidades, tais como a falta de proporcionalidade do número de entrevistados com o número do eleitorado pertencente às regiões pesquisadas. Por exemplo: a pesquisa realizada na meso-região da Borborema onde existem 25 mil eleitores acima de 16 anos e apenas 14 pessoas foram entrevistas, quebrando assim, segundo Ferraz, a proporcionalidade. O mesmo caso foi constatado na região do Curimataú onde o eleitorado é o dobro - 158.420 pessoas - e somente 40 foram entrevistadas. A Corte Eleitoral decidiu acompanhar o voto do procurador, que solicitou a suspensão da publicação da pesquisa. Os advogados da Rede Paraíba de Televisão recorreram da decisão ao Tribunal Superior Eleitoral.

30/09/2006 | 14:02

TRE-TO atesta: Ibope manipulou pesquisa

Em decisão rara, o Tribunal Regional Eleitoral do Tocantins proibiu a divulgação de pesquisa do Ibope por entender que ficou comprovada a manipulação do resultado da pesquisa anterior, que apontava o favoritismo dos candidatos Marcelo Miranda (Governador) e Kátia Abreu (senadora). Segundo análise do relatório registrado no TRE, houve direcionamento na amostragem do público da pesquisa. O Ibope usou 46% dos questionários para pesquisar eleitores com 2º grau e de nível superior, o que não corresponde à realidade do Estado. Dados oficiais do TRE confirmam que o eleitorado do Estado é composto de apenas 13,25% da população têm 2º. grau completo e nível superior. Desta forma, o Ibope é acusado de direcionar os resultados para favorecer o grupo do atual governador Marcelo Miranda, que enfrenta o ex-governador e fundador do Tocantins Siqueira Campos e seu filho, senador Eduardo Siqueira Campos, que é candidato à reeleição. A metodologia para a próxima pesquisa, que seria divulgada neste fim de semana, é ainda mais distorcida. Segundo o próprio Ibope, que já havia registrado no TRE data para divulgação de pesquisa, o universo pesquisado seria de 100% de entrevistados com nível superior, representando, mais uma vez, indício claro de favorecimento dos candidatos Miranda e Abreu.

Comentário do Velhinho: Se manchou a confiança por lá, é possível que existam manchas Brasil afora? Pode ser, pode ser...

Contagem Regressiva...
Já que é obrigatório, vote com inteligência...

Linha Direta com Amapá

Matéria do O Globo Online

Sarney recebe apoio "discreto" dos sanguessugas

Plantão | Publicada em 29/09/2006 às 20h18m

Evandro Éboli - Especial para O Globo

MACAPÁ (AP) - Não bastasse a difícil campanha e o risco de não se reeleger senador no Amapá, o ex-presidente José Sarney (PMDB-AP) ainda enfrenta o constrangimento de ser apoiado pelos três deputados do estado que foram citados pela CPI dos Sanguessugas e respondem a processo no Conselho de Ética da Câmara. Os deputados Benedito Dias (PP), Coronel Alves (PL) e Eduardo Seabra (PTB) estão apoiando a candidatura de Sarney, mas evitam aparecer em público a seu lado e não comparecem em comícios. É um apoio quase silencioso, na moita. Os adversários dos três exploram o envolvimento deles no escândalo.

Os três parlamentares fazem campanha para Sarney nas suas andanças pelo estado. Em seus carros e material de campanha aparece o nome do senador. Benedito Dias, acusado de ter recebido R$ 44 mil do esquema do empresário Luiz Antônio Vedoin, dono da Planam, disse que apóia Sarney "com certeza" e admitiu que evitou subir nos palanques do ex-presidente e acompanhaá-lo nas caminhadas e carreatas para não prejudicar a campanha do senador.

- O apoio discretamente e sei que não posso aparecer a seu lado. Ficaria complicado. Mas vou provar minha inocência e serei o deputado mais bem votado no domingo. Mas, se por acaso der zebra e eu náo me reeleger, quem perder é o povo do Amapá - disse Benedito Dias.

Também acusado de quebra de decoro parlamentar, Coronel Alves afirmou que está com Sarney e disse que náo sobe no palanque dele porque sua coligação é outra. Ele está na chapa do PT, que lançou o candidato Errol Flynn para disputar o governo do estado apenas para não se coligar com o PSB do oponente Joáo Capiberibe (PSB). Mas é uma aliança de fachada. Todos os petistas apóiam Sarney. Vedoin teria entregue, pessoalmente, no gabinete de Alves a quantia de R$ 25 mil, além de ter adquirido um ônibus com recursos da Planam.

- Vamos reeleger Sarney. Aquela CPI colocou todo mundo na mesma vala e meus inimigos políticos estáo fazendo a festa. Náo posso subir no palanque do Sarney mas meus carros estáo cheio de adesivos dele - disse Alves.

A assessoria de Eduardo Seabra confirmou que ele está apoiando o ex-presidente. O parlamentar estaria fazendo campanha no interior do estado nesses últimos dias, segundo assessores, e não falou com a reportagem do GLOBO. Pedro Braga, chefe de gabinete do deputado, teria recebido R$ 8,5 mil do esquema de Vedoin.

Coordenador da campanha de José Sarney, o senador Gilvan Borges (PMDB) disse que náo há como "controlar" quem apóia ou não o ex-presidente. Ele negou que houve pedido de Sarney ou dos coordenadores da campanha aos três deputados amapaenses citados pela CPI dos Sanguessugas de evitarem o palanque do ex-presidente e náo estarem presentes em outros atos de apoio.

- Não temos o controle de quem apóia o presidente Sarney ou náo. Não podemos escolher quem deve estar com a gente ou não. E náo houve qualquer interferência. Nenhum deles foi proibido de qualquer coisa - disse Gilvan Borges.

Já que é obrigatório, vote com inteligência (2)

Da coluna de Claudio Humberto, na Folha de Londrina

''Lula acertou em não ir a debate.''
Ex-ministro José Dirceu, em seu blog, desdenhando do rito da Democracia
Comentário do Velhinho: Faz-me rir! hahahahahahaha

Lula teme o fator Aécio
O comando da campanha do presidente Lula estava tenso, ontem, com as últimas pesquisas em estados importantes. Em Minas Gerais, o prestígio político do governador tucano Aécio Neves reverteu a posição do candidato ao Senado Eliseu Resende (PFL), agora na liderança, e começou a reduzir dramaticamente a vantagem de Lula sobre Geraldo Alckmin. Todos os ministros mineiros foram enviados ao Estado para tentar reverter a queda.
Mau sinal
Funcionários do Planalto estão chocados: Lula anda irritado, irascível, gritando palavrões. E voltou ao hábito reservado às ocasiões sociais.
Ataque de fúria
Lula ficou furioso com o vazamento das fotos da montanha de dinheiro da gangue do dossiê. Os ouvidos de Márcio Thomaz Bastos (Justiça) sofreram.
Comentário do Velhinho: Ué? Ele soube?

Cadafalso
PSDB e PFL vão mesmo pedir a cassação de mandato do senador Aloizio Mercadante (PT-SP) por falta de decoro e crime eleitoral.
É o chefe
O candidato é o responsável legal por tudo o que acontece na campanha, por isso Aloizio Mercadante está sujeito a punição pelo caso do dossiê.
Comentário do Velhinho: e se apurarem melhor, a coisa sobe...

Dossiê multinacional
Uma pista na PF aponta a Bolívia como ''boca do caixa'' do dossiê anti-Serra. A operação envolveria italiana que atuou em telefonia, empresário de origem libanesa, as corretoras Action, EBS e Pioneer, e conta no paraíso fiscal de Luxemburgo, próximo a Frankfurt, Alemanha, com US$ 50 milhões de campanha. A grana em espécie seria ''troco'', desembarcado em jatinho.
Comentário
do Velhinho: tanto rocambole para terminar assim, no Íbis?

Fazendo contas
Pelos cálculos tucanos, a ausência de Lula no debate da Globo vai custar 2% ao petista e fará a oposição ganhar dois, reduzindo a pó a diferença.
8 e 80 na Globo
Destaques no debate: a falta de educação de Lula, o excesso de Educação de Cristovam, a falta de garra de Alckmin e o excesso de garra de Heloísa.
Comentário do Velhinho: é uma mér..oppps, média...

Não sabia
O presidente Lula não foi ao debate na Globo - constata o leitor Márcio Costa Vinhaes, de Brasília - porque, mais uma vez, não sabia.
Panela de pressão
Dois delegados teriam se engalfinhado na sede da Polícia Federal em São Paulo, às dez da manhã de ontem, quando foram liberadas as fotos para o Estadão. Outros documentos também teriam vazado.
Assim, ó
São muito ligados o ex-diretor do Banco do Brasil Expedito Veloso, enrolado na gangue do dossiê, e o chefe Adézio Lima, vice-presidente de Crédito e Risco Global: foram contemporâneos na Universidade Federal de Viçosa.
Para lembrar
Em agosto de 2002, o office-boy Ismael Silva devolveu US$ 20 mil que achou na avenida Paulista em uma pasta da corretora de câmbio Action - a mesma que vendeu dólares ao PT. Ismael ganhou um ''muito obrigado''.
Desculpa
O pessoal da Globo se ofendeu: o Planalto espalha que Lula não foi ao debate temendo a edição do Jornal Nacional, ''como em 1989''. Conversa mole. Até porque em 1989 Lula foi derrotado no debate e não na edição.
Comentário do Velhinho: Será que imaginaram que não iria ter o que editar?

Nova direção
Um sujeito engravatado se apresentava ontem em solenidade no Clube de Engenharia, no Rio, como ''assessor de José Sarney para assuntos da esquerda''. De quem sobe ou de quem desce?
Comentário do Velhinho: Vai saber? Deve ser reflexo da perda de rumo no Amapá. Também, tentar dançar marabaixo com aquela idade...

Independente
O Supremo Tribunal Federal decidiu que a OAB não está sujeita às normas da administração pública e que, por exemplo, não pode ser fiscalizada pelo Ministério Público. Defendeu a OAB o ex-ministro Luiz Carlos Madeira.
Pai e mãe
O veterano jornalista Rubens de Azevedo Lima está perplexo com o que Lula e sua turma fizeram nestes quatro anos. Lula gosta de se intitular ''pai dos pobres'', mas, para Rubens, ele é a verdadeira ''mãe dos banqueiros''.
Eu nego
A Caixa nega a milionária renovação de contrato de R$ 350 milhões com a multinacional Unisys às vésperas da eleição. Diz que foi em maio. A cargo da vice-presidência de Desenvolvimento Urbano, e não a de Tecnologia.
Lei seca
O presidente não deve ter ido ao debate porque a TV Globo não serviria uísque e Heloísa Helena não lhe daria refresco.
Reflexões CH
É mais desconfortável ter o rabo preso ou fugir com o rabo entre as pernas?

Já que é obrigatório, vote com inteligência.

Ah, a hermenêutica jurídica...

Interessante ler essa postagem no Blog do Claudio Weber Abramo:

Explica-se

Coluna de hoje deste que escreve no Diário do Comércio de São Paulo:

Outro dia, o responsável pelas presentes maltraçadas dirigiu-se ao presidente do Superior Tribunal Eleitoral para alertá-lo sobre duas peculiaridades detectadas nas declarações de patrimônio que os candidatos informam quando de sua inscrição.

A primeira peculiaridade dizia respeito ao fato de que diversos candidatos prestam declarações em que se listam bens, mas a estes dão-se valores nulos.

A segunda remetia a um comportamento identificado em mutíssimos candidatos do Piauí. Suas declarações listam um único item: “Declaração em anexo”.

O eventual leitor pode verificar a ocorrência desses casos no projeto Excelências, da Transparência Brasil (www.excelências.org.br), que apresenta históricos da vida pública de todos os candidatos que buscam reeleição à Câmara dos Deputados (aliás, caso não tenha ainda decidido em quem votar para deputado federal, vale a pena visitar esse banco de dados).

Na última terça-feira, tomei conhecimento da resposta do TSE, lavrada a partir de parecer da Procuradoria Eleitoral. É a seguinte (cito de memória):

1. Não há, na lei 9504, obrigatoriedade de o candidato informar os valores dos bens declarados.

2. É admissível ao candidato prestar a declaração à Justiça Eleitoral, mas ele pode negar-se a torná-la pública.

Leia a integra aqui, vale a pena...

29 setembro 2006

Já vimos a cor do dinheiro, mas a pergunta fica no ar...
Alvorada(?)

Música do Dia

Desesperar Jamais (Ivan Lins)

Desesperar, jamais
Aprendemos muitos nesses anos
Afinal de contas não tem cabimento
Entregar o jogo no primeiro tempo
Nada de correr da raia
Nada de morrer na praia
Nada, nada, nada de esquecer
No balanço de perdas e danos
Já tivemos muitos desenganos
Já tivemos muito que chorar
Mas agora acho que chegou a hora de fazer
Valer o dito popular
Desesperar jamais
Cutucou por baixo
O de cima cai
Desesperar jamais
Cutucou com jeito
Não levanta mais

Do saite do Millor...
Vai lá conferir esta e outras...

Enquanto o Lula só fala no futuro, nós aqui repetimos:
“o Brasil tem um gigantesco passado pela frente”

Baba, baby, baba... (parte 2)
A grana, o arame, a bufunfa, os cobres, a gaita...
fonte: Estadão Online






Baba, baby, baba...

Matéria do Estadão Online de hoje:

SÃO PAULO - Enquanto Hamilton Lacerda, assessor e operador da candidatura de Aloizio Mercadante ao governo do Estado de São Paulo, depunha na manhã desta sexta-feira na sede da Polícia Federal (PF), uma fonte entregou ao Estado as fotos com as pilhas de reais e dólares apreendidos no dia 15 de setembro, no hotel Íbis, em frente ao aeroporto de Congonhas (SP). O R$ 1,75 milhão (US$ 248,8 mil mais R$ 1,168 milhão) estavam com os petistas Gedimar Pereira Passos e Valdebran Padilha.

Os dólares e os reais, como mostram as imagens do circuito interno de televisão do hotel, foram entregues a Gedimar e Valdebran por Hamilton Lacerda. O dinheiro era para comprar o chamado dossiê Vedoin, um conjunto de informações em poder do empresário Luiz Antonio Vedoin, chefe da máfia das ambulâncias, e que seriam usadas contra os tucanos, principalmente o candidato tucano ao governo do Estado de São Paulo, José Serra. O PT pagaria R$ 1,75 a Vedoin. Valdebran, petista, empresário e tesoureiro de campanhas do PT no Mato Grosso, deveria receber o dinheiro e entregar os documentos a Gedimar.

Leia aqui.

Relembrando...
Campanha limpa...

O outro lado da moeda...

Enquanto isso, José Dirceu em seu blog opina sobre acertos:

Lula acertou mais uma vez
Lula acertou em não ir ao debate ontem na TV Globo. O que se viu foi uma clara combinação entre Geraldo Alckmin e Cristovam Buarque, além do conhecido destempero de Heloísa Helena.

Comentário do Velhinho: Mas num debate se espera justamente posições contrárias, antagônicas, com maior ou menor virulência. Seria um debate se as opiniões se igualassem? Os se nada fosse cobrado de ninguém? Uma coisa o Velhinho acha. A totalidade do povo brasileiro (eu não disse a maioria) foi lesada pela incapacidade de se sustentar um debate entre os candidatos. Ponto Final.

Miguel Paiva e o Gatão de Meia Idade

Linha Direta com Amapá

Interessante a observação de hoje, 29/09/06, no blog do Roberto Jefferson:

O jogo político
Preocupado pela possibilidade de perder o apoio do PMDB que lhe é mais fiel, caso o senador José Sarney (PMDB-AP) não se reeleja, o presidente Lula mandou seu ministro de Minas e Energia, Silas Rondeau, reforçar-lhe o último dia de campanha no estado. Não teria nada de mais se não fosse o fato de que, do outro lado da disputa pela vaga está a candidata Cristina Almeida, que corre pelo PSB - também aliado do governo. Ao contrário do que fez em Pernambuco, onde dividiu o palco com ambos os candidatos do PT (Humberto Costa) e do PSB (Eduardo Campos), Lula deixou claro que faz questão de manter Sarney do seu lado em Brasília para ajudar nas difíceis negociações que certamente virão pela proa de seu provável mandato. Ou seja: ele quer governar com o apoio das oligarquias tradicionais. A moça do PSB, negra, quilombola, assistente social e ex-PM que arrume outro serviço. Afinal, esse é o jogo político. Alguém duvida?

Comentário do Velhinho: Não é que o medo ronda candidatos tanto ao Senado como para a Presidência da República?

A volta de quem não foi...
Contagem regressiva...

Da coluna de Claudio Humberto, na Folha de Londrina

''De tanto colocar a mão no fogo, ela é de amianto ou de mentirinha.''
Senador Heráclito Fortes (PFL-PI), sobre o hábito de Lula de defender os indefensáveis
Rota de dólares é falsa
A versão - divulgada ontem - de que os US$ 248 mil da gangue do dossiê teriam vindo de Miami via Lufthansa não se sustenta, garante um grande empresário brasileiro na Flórida: aquela empresa aérea não faz essa rota e, para sair dos Estados Unidos com mais de US$ 10 mil, só com a autorização da Federal Aviation Administration. Mesmo assim, embarcados em contêiner, no porão do avião. De onde sai direto para o cofre-forte.
Peixe grande
O ex-senador João Capiberibe (PSB-AP) foi cassado porque seu assessor comprou voto por 25 reais. E R$ 1,7 milhão de assessores de Lula, pode?
Comentário do Velhinho: Ué? Esqueceu do bolsa-família?

Trilha petista
Tem tudo para emplacar a nova versão da música que Luiz Gonzaga consagrou: ''O mula tem uma mala preta de sete parmo de artura...''
A jato
A Rosoboronexport informa que o Brasil vai comprar caças russos Sukhoi, mas pode optar pela nova versão do avião de combate Mig-29 Fulcrum.
Comentário do Velhinho: Sem dúvida, com uma tecnologia muito mais avançada que os demais países europeus. EUA nem pensar, estão atrasados demais...

Volta para o rádio
Anthony Garotinho deve retornar ao rádio carioca, em um programa diário. Seu projeto é candidatar-se ao Senado, em 2010. Ou ao governo estadual.
CGU pune chefe da Funai
O presidente da Funai, Mércio Pereira, foi intimado pela Controladoria-Geral da União a devolver, até hoje, R$ 42 mil que ele torrou em uma centena de viagens ao Rio de Janeiro, onde reside sua família, por conta do Erário. A irregularidade foi revelada nesta coluna. Seu ''braço direito'', Joacy Vieira, chefe da Coordenação Financeira da Funai, já foi demitido.
Palanque
O Ministério das Comunicações abriu consulta pública para dar um canal de TV Educativa à prefeitura de Fortaleza, chefiada por Luizianne Lins (PT).
É grave a crise
Até agora, só houve cinco denúncias de compra de votos no Mato Grosso. Em 2004, a esta altura, já eram mais de cinquenta. O dinheiro sumiu.
Na hora certa
O gestor judicial da Varig, comandante Miguel Dau, nega a venda do quadro de Di Cavalcanti e outras obras da empresa.
Companheiros
A Vega Ambiental, denunciada no escândalo do lixo paulista, doou R$ 50 mil ao candidato derrotado à prefeitura de São Caetano, Hamilton Lacerda, o ''homem da mala'' da gangue do dossiê e assessor de Aloizio Mercadante.
Passa depois
A CPI dos Bingos tinha informações do banco Sofisa sobre transações do pagador-geral de Lula, Paulo Okamoto, mas a Justiça negou a quebra do sigilo bancário dele. É o banco de onde teriam saído os dólares do dossiê.
Comentário do Velhinho: mera coincidência...

Olho nele
Finge-se de morto o vice-presidente de Crédito, Controladoria e Risco Global do Banco do Brasil, Adézio Lima, petista de carteirinha que é o chefe imediato do ex-diretor Expedito Veloso, enrolado na gangue do dossiê.
Droga de campanha
Escândalo abala a campanha do governador catarinense Luiz Henrique (PMDB): seu vice, senador tucano Leonel Pavan, apareceu em foto com o chefão de drogas mexicano Ernesto Plascência, ou ''Lúcio Rueda-Busto''.
Escreveu, não leu..
A candidata ao Senado Ana Prudente (PTC-SP) entrou no STF contra o presidente da Câmara, Aldo Rebelo, que não leu o pedido de impeachment de Lula que ela ajuizou com cópia para o ministro Marco Aurélio, do TSE.
Truculência
Inelegível em Alagoas por abuso de poder, o ex-governador Ronaldo Lessa atacou a Justiça. Derrotado no TSE por 6x0, uma empresa de assessoria foi paga em São Paulo para difundir elogios a ele e investir contra os ministros.
Todos ouvidos
Eram tão generalizados os grampos telefônicos instalados no Paraná e operados por um ex-assessor do governador Roberto Requião, que até um ex-secretário andou grampeando o sogro, com quem briga por dinheiro.
Da turma
Lembrar não ofende: é vinculado ao PT o ex-presidente interino dos Correios Eduardo Medeiros de Morais, cuja demissão por justa causa acaba de ser recomendada pela Controladoria-Geral da União.
Máfia no divã
A turma do PT que fez o trabalho sujo, na gangue do dossiê, é uma bizarra mistura de Don Corleone com Brancaleone.
Pensando bem...
...o problema de Lula não é o debate, mas o mebate.

De um jeito ou de outro, o resultado...

28 setembro 2006

Uma dúvida constante...

O Velhinho extraiu do sítio de Claudio Humberto a cópia da carta do presidente Lula para a Globo, expondo suas razões para não comparecer ao debate promovido por aquela rede de televisão, dentro das leis vigentes e dos ideais de democracia. Diz a carta:

"Venho agradecer, respeitosamente, o convite desta emissora para participar do debate sobre as eleições presidenciais, marcado para hoje. Sou um dos políticos que mais participou de debates eleitorais neste país. No entanto, é fato público e notório o grau de virulência e desespero de alguns adversários, que estão deixando em segundo plano o debate de propostas e idéias, para se dedicar, quase exclusivamente, aos ataques gratuitos e agressões pessoais. Tenho demonstrado, em toda a minha vida, compromisso com os princípios democráticos e disposição para enfrentar qualquer tipo de debate. Somente na TV Globo, participei de três entrevistas ao vivo no "Jornal Nacional", no "Jornal da Globo" e no "Bom Dia Brasil" com perguntas livres e contundentes. O tom polêmico destas entrevistas, e a maneira como me comportei, demonstram que não tenho receio de enfrentar o debate franco e democrático. Não posso, porém, render-me à ação premeditada e articulada de alguns adversários que pretendiam transformar o debate desta noite em uma arena de grosserias e agressões, em um jogo de cartas marcadas. Aproveito para reafirmar o meu respeito à TV Globo e parabenizá-la pelo trabalho isento que vem fazendo na cobertura destas eleições."

Curiosa é a insegurança ou inconstância de atitudes do senhor presidente da República Lula. Não se recusa a entrevistas, que não são debates. Vira e mexe, seja nas entrevistas ou nos palanques, diz ser pessoa de debater propostas de governo, desde que não haja debate sobre o seu atual governo. Aliás, se as entrevistas não tivessem perguntas sobre esse governo, o presidente agradeceria.

Como confiar em alguém que não confia em sua própria postura e atitude para enfrentar um debate, mesmo que não seja aquele dos sonhos?

E durma-se com um barulho desses...

Se ele for ao debate, vai feder...
Relembrando...
Divulga ou não?

Linha Direta com Amapá

Matéria da Folha de São Paulo de hoje, para assinantes:
Procurador critica mídia local e questiona democracia no Estado

ENVIADO ESPECIAL A MACAPÁ

O procurador regional eleitoral do Amapá, Paulo Roberto Olegário de Souza, criticou a "cobertura" do jornalismo local à campanha. "Chamar de mídia é elogio; são panfletos", disse, em sessão do TRE. "É preciso que os avanços da democracia pós-1988 cheguem a esse Estado". Olegário referiu-se ao empenho de meios de comunicação para "pautar a atuação do Ministério Público".
Ele tem sido atacado por publicações que apóiam a coligação dos candidatos à reeleição José Sarney (ao Senado, PMDB) e Waldez Góes (ao governo, PDT).
O presidente do TRE, Honildo de Mello Castro, divergiu: "Aqui se respeitam todos os princípios do direito".

E durma-se com um barulho desses...
Barrada no baile...

Ainda Alvarenga e Ranchinho

Esta é outra pérola da sátira política de antanho, época do Estado Novo que, se comparado com a atualidade, não se sabe mais o que é pior.

Cantavam assim, Alvarenga e Ranchinho:

“Na sua casa tem integralista? Não vou lá.

Na sua casa tem comunista? Não vou lá.

Peço licença para mandar Felinto Miller em meu lugar...”

Felinto Miller chefiava a polícia política do Estado Novo e o famoso DIP – Departamento de Imprensa e Propaganda, que cuidava de manter a boa imagem de Getúlio, de um jeito ou de outro.

No Brasil de hoje, não são poucos os que ainda se acham no direito de calar a voz do povo e os que prestam a tentar calar.

Como o Velhinho disse anteriormente, que triste democracia a que temos.

Xô, Censura!

Miguel Paiva e o Gatão de Meia idade
Contagem Regressiva

Linha Direta com o Amapá

Para Alcinéa Cavalcante, para que não seja calada.

Se Alvarenga e Ranchinho estivessem vivos...

O Velhinho Rabugento fica abespinhado como determinados próceres ou “pais da pátria” (como diria o saudoso Vicente Leporace) dizendo-se democráticos e defendesores de seus direitos e honra, estimulam, na verdade, a prática da censura, quem diria, até de música como forma de sátira política.

Políticos e Juízes deveriam aprender com a história, relembrando o que está nos arquivos da Radiobrás.

Tomemos como exemplo Alvarenga e Ranchinho e Getúlio Vargas.

Os artistas, caracterizados de caipiras, eram pródigos nas sátiras políticas contra Getúlio, sofreram prisão e foram perseguidos pela censura, até que...

Até que Alzira (filha de Getúlio) convidou a dupla para uma apresentação privada no Catete na presença do próprio Getúlio.

E lá se foi todo o repertório, fazendo rir Getúlio que determinou a divulgação das músicas em caráter nacional.

Segue abaixo alguns exemplos:

“Quem não conhece esse baixinho,
Tão gordinho.
Que ele agora tá quietinho
Já morou lá no Catete quinze anos
Hoje está só “urubuservano”
E, na assembléia, sentado,
dá boa gargalhadas
De ver a confusão
e tanta palhaçada.
Esse Marcondes com a força da traquéia
Esse Barreto Pinto avacalha com a assembléia.

a) o “baixinho, gordinho”é Getúlio Vargas, deposto dois anos antes, que se encontrava em 1947 no exílio da Fazenda Itú, no interior do Rio Grande do Sul;
b) provavelmente o Marcondes, com força na traquéia, a que se refere a música é Marcondes Filho, fundador do PTB e Constituinte de 1946;

c) Barreto Pinto era um deputado conhecido por suas atitudes extravagantes, que teria o mandato cassado em 1949 por ter se deixado fotografar de cuecas;

Todo mundo diz que toque
Toque, toque neste mundo
Mas o ruim de dar um toque, toque mais
(....................)comigo
Leva uma autorização
Em vez de (..........) essa canção:
“Eu vou, eu vou, eu vou
Eu vou até Moscou
Tão judiando de mim
Vou me queixar ao Estaline”

d) quem reclama de estar sendo perseguido e ameaça ir a Moscou queixar-se a Stalin (Estaline) é o Partido Comunista, que, nesse mesmo ano, seria declarado ilegal;

Será,
Será,
Será o Benedito
Será esse o meu fim.
Oi será
(..................................):
Oh, Minas Gerais! Oh, Minas Gerais
Outra mamata não pego jamais
Oh, Minas Gerais!

e) o Benedito é o ex-interventor em Minas Gerais Benedito Valadares;

O brigadeiro agora canta assim:
“Adeus, amigos, companheiros de campanha
O Mangabeira, Osvaldo Aranha.
Vou ser (.............) foi o que me fizeram
Vou ser sincero: veja só o que eu que perdi
Sou brigadeiro, já falei (...) mais inteiro
Interventor foi Hugo Borhi
Eu vou me embora
Que estou mui derrotado
Mas lhe deixo um grande (......)


f) o “brigadeiro” é Eduardo Gomes que, em 1945, fora derrotado por Eurico Gaspar Dutra na disputa pela presidência da República;
g) Mangabeira é Otávio Mangabeira e Aranha, Osvaldo Aranha - ambos fundadores da União Democrática Nacional, a UDN, que lançou a candidatura do Brigadeiro em 1945;
h) Hugo Borghi chefiou o movimento “queremista”, que, em 1945, pregou a Constituinte com Getúlio; fundador do PTB, concorreu ao governo de São Paulo em 1947, mas foi derrotado por Adhemar de Barros.

Com certeza, se estivesse vivos e morando no Amapá, Alvarenga e Ranchinho estariam cantando assim:

Vesti uma "Xô Sarney" e saí por aí...
Em vez de tomar chá com torradas, eu pedi açaí
Levava a liberdade na cuca, um ideal sempre à mão
E sorria quando o povo dizia: "Sarney aqui não, Sarney aqui não"

E pelo andar da carruagem, seriam presos, censurados, multados...

Sem que houvesse uma Alzira Vargas que mostrasse que o povo tem o direito de se expressar e satirizar os homens públicos que abraçaram a vida política, como uma das poucas formas de protestar, mesmo que ironicamente, da sina que este país tem na mão de tantos e mal-fadados políticos.

Que pena. Estamos longe mesmo de uma democracia.

Da coluna de Claudio Humberto, na Folha de Londrina

''Tem mais é que mandar esses 'meninos' para a Febem.''
Senador Heráclito Fortes (PFL-PI), ironizando o ''paizão'' Lula e a gangue do dossiê
PF perto da autonomia
O ministro Márcio Thomaz Bastos (Justiça), que não deseja continuar no cargo em um eventual segundo governo Lula, aguarda o momento mais adequado para propor a autonomia da Polícia Federal, que deixaria de ser subordinada à sua pasta para se transformar em algo como ''Agência Brasileira da Polícia Federal''. Só falta Lula dar o ''ok''. A autonomia da PF, em bases mais amplas, foi defendida ontem pelo jurista Fábio Comparato.
Ele quer ir
O presidente Lula está 100% disposto a comparecer hoje ao debate da TV Globo. Ele teme a ausência de respostas aos desaforos de Heloisa Helena.
Vai longe
Sem rima rica: o pedido de prisão dos ''meninos'' de Lula no escândalo do dossiê foi notícia até na remota região de Baku, no Azerbaijão.
Vedete
Está mesmo ruim o clima para o procurador Mário Lúcio Avelar na Polícia Federal, em cujos corredores é chamado de ''Lário Múcio''.
Imparável
Maria da Penha, ex-Ministério da Saúde, e o chefão dos sanguessugas, Luiz Vedoin, entregaram ontem à PF provas contra 84 deputados.
Paraná: grampeados eram 78
Fonte do Ministério Público garante que 78 telefones estavam sob escuta ilegal no Paraná. O escândalo sem precedentes, envolvendo um ex-aspone do governador Roberto Requião (PMDB), vitimou os próprios secretários do governo, opositores, empreiteiros, jornalistas e até familiares. Dois procuradores têm a mesma opinião: Requião pode virar o Nixon do Paraná.
Motivo
Os superintendentes da PF em Mato Grosso e São Paulo não divulgaram fotos do dinheiro da gangue do dossiê para evitar sua exploração eleitoral.
Comentário do Velhinho: do dinheiro não pode para evitar exploração eleitoral, mas do próprio dossiê pode. Isso que é coerência.

Gueto
Candidato a deputado, Joel Santos (PTdoB-PR) pediu no TSE para registrar separadamente os votos dos 11 milhões de beneficiados do Bolsa-Família.
Alívio
Pelo menos na Receita Federal o faz-tudo de Lula está limpo: consulta do CPF (136.070.188-XX) mostra que Freud Godoy está em situação ''regular''.
Campanha no ar
Os tucanos estão aéreos: se tivessem arapongas como o PT, já teriam descoberto a movimentação atípica - entre o Palácio Alvorada e a Granja do Torto - do helicóptero da FAB à disposição de Lula.
Renegociação
O Conselho Monetário Nacional aprovou a renegociação de dívidas de até R$ 35 mil de pequenos agricultores do Nordeste, como o deputado Eunício Oliveira (PMDB-CE) há um ano negocia no Congresso e no governo.
Véspera de eleição
A Caixa promoveu uma espetacular renovação de contrato, no valor de R$ 350 milhões, com a multinacional Unisys. A vice-presidente de Tecnologia da Caixa, Clarisse Copetti, é mulher de César Alvarez, assessor de Lula.
Comentário do Velhinho: mera coincidência...

Estrago
Lula concluiu que a gangue do dossiê provocou um grande estrago em algumas disputas do Nordeste. Acha que teria conseguido ''virar'' algumas campanhas e eleger uma bancada maior de senadores aliados.
Que fim levou?
Inquérito na Polícia Federal apura há sete meses supostas operações irregulares e lavagem de dinheiro por doleiros em dezoito bancos, entre eles o BankBoston International, citado no escândalo do dossiê.
Jogo sujo
No Maranhão, a Polícia Federal está de olho em panfletos apócrifos que pretendem prejudicar a candidatura do deputado tucano Sebastião Madeira à reeleição. A PF tenta localizar a residência que armazena o material.
Só de carreira
Os cargos de confiança da Receita Federal, inclusive nos Estados, somente são ocupados por funcionários de carreira sem vinculações políticas. A garantia é do xerife Rachid, ele próprio um servidor do quadro.
Estaleiro
O cineasta Ipojuca Pontes nem pôde badalar o lançamento do seu livro ''A era Lula - crônica de um desastre anunciado'' (ed. Girafa, SP): passou dez dias no hospital Copa D'Or, recuperando-se de pneumonia.
Repetência
Para algumas pessoas, o governo Lula é tão ruim que, se ganhar de novo, não será um presidente reeleito. Será um presidente repetente.
Comentário do Velhinho: e sem puxão de orelha...

Provérbios CH
Nunca deixe para amanhã o que pode deixar para depois da eleição.

Vai ou não vai?

A casa caiu! E quando PF divulga?

Matéria do Estadão Online:

PF encontra prova que liga PT ao dinheiro do dossiê

A divulgação das informações, com os nomes dos responsáveis e a tipificação dos crimes de cada um, depende de uma checagem final

Vannildo Mendes e Fausto Macedo

CUIABÁ - Após um dia de intensas buscas em casas de câmbio, bancos e instituições financeiras de São Paulo, a Polícia Federal encontrou a prova definitiva que liga o PT ao dinheiro - R$ 1,75 milhão - arrecadado pelo partido para pagar à família Vedoin pela compra e divulgação do dossiê contra o candidato ao governo de São Paulo pelo PSDB, José Serra. A PF já tem os nomes de todos os envolvidos na operação de recolhimento do dinheiro - R$ 1,16 milhão e R$ 248,8 mil - e sua entrega em duas remessas aos petistas Gedimar Passos e Valdebran Padilha, que se encontravam hospedados no hotel Íbis, próximo ao aeroporto de Congonhas. A PF descobriu que pelo menos dois emissários designados pelo Diretório Nacional do PT ficaram encarregados de resgatar os dólares nessas casas de câmbio e os reais em agências de três bancos em São Paulo e no Rio. Esses emissários são o elo para fechar toda a cadeia de comando da operação.

Leia aqui.

Comentário do Velhinho: Enquanto isso, o tempo está passando. Faltam 3 dias para as eleições. Em um Estado de Direito Democrático essa informação não fica escondida.

A casa caiu ou não caiu?

27 setembro 2006

Relembrando...
Azul da cor do mar...

O serviço de utilidade pública do Velhinho informa, direto do site de Nariz Gelado:

O PSDB e os partidos coligados vão promover a " Onda Azul por um Brasil Decente".
A idéia é que no sábado, dia 30, ocorram caminhadas em todas as cidades do país. Caminhadas que mostrem a nossa indignação com este desgoverno que aí está. Uma verdadeira "onda azul", representando a grande virada que nós podemos - e vamos! - mostrar nas urnas.

Muitos de nós estão, há mais de um ano, travando uma guerra na web. Muito falamos e escrevemos a respeito da nossa indignação. Agora chegou o momento da ação. Um dia antes de irmos às urnas, vamos mostrar a nossa força para o Brasil inteiro.

Neste momento, o mais importante é divulgarmos o evento.
E é aí que nós, cyber-amigos, podemos ajudar.
Espalhe esta informação através da sua lista de e-mails, comunidades do Orkut, sites e blogs.
Quem quiser receber o material de divulgação por e-mail, me escreva.

Seguem, abaixo, os dados do evento:

Onda Azul por Um Brasil Decente
Data: 30 de setembro
Informe-se com as coordenações de campanha no seu estado para saber o local de concentração na sua cidade.
Para localizar as coordenações de campanha, clique aqui ou ligue para o 0800 722 00 45.

Miguel Paiva e o Gatão de Meia Idade
Todos os Santos...
Linha Direta com Amapá

Direto do Blog do Noblat e para assinantes da Folha de São Paulo.

Carros oficiais são vistos no comitê de Sarney

Da Folha de S.Paulo, hoje:

"Dois carros chamavam a atenção ontem de manhã em frente ao comitê eleitoral do candidato à reeleição ao Senado José Sarney (PMDB-AP), no bairro de Santa Rita, em Macapá. O do Ministério da Saúde tinha a inscrição "Vigilância em Saúde". O da Infraero, empresa pública vinculada ao Ministério da Defesa, "Uso exclusivo em serviço". Os passageiros estavam no comitê. A legislação veta o uso de veículos oficiais em campanha eleitoral.

A possível irregularidade flagrada pela Folha não é única. Até anteontem o serviço telefônico instalado pelo Tribunal Regional Eleitoral do Amapá recebera cerca de 1.200 denúncias -uma para cada 301 eleitores (são 360.614 no Amapá). Até agora a Procuradoria Regional Eleitoral eleitoral de São Paulo recebeu 200 via internet.

O disque-denúncia foi criado para avisos de ilegalidades na propaganda, mas 50% dos chamados cita compra de votos.

Os casos são tantos que o procurador regional eleitoral, Paulo Roberto Olegário de Souza, empregou um neologismo em uma ação contra o governador Waldez Góes (PDT), que busca se reeleger pela mesma coligação de Sarney: "almoçomício", o comício com distribuição gratuita de comida."

Assinante da Folha leia mais

Contagem regressiva...

Relembrando Os Mamonas...

Vale a pena conferir a charge do dia do charge.com. Se você for ver depois de hoje, 27/09/06, procure por “Indecisos cantam - Bois don´t cry”

Retrata bem a situação a que chegamos.

Miguel Paiva e o Gatão de Meia Idade

Da coluna de Claudio Humberto, na Folha de Londrina

''É uma pesquisa escandalosa. Só falo de coisa séria.''
Geraldo Alckmin, candidato do PSDB, brigando com os números da pesquisa CNT/Sensus
PF reage a procurador
A Polícia Federal não descarta qualquer hipótese na investigação da origem do dinheiro (em reais) apreendido com a gangue do dossiê, exceto uma que foi mencionada pelo procurador Mário Lúcio Avelar: o crime organizado. A PF considerou ''tresloucada'' a hipótese. ''Temos que ter juízo e não sair falando abobrinhas apenas para aparecer'', dispara alta fonte da Polícia Federal, para quem Avelar ''está pegando carona na nossa investigação''.
Bedelho
O procurador Mário Lúcio Avelar anda dando palpites sobre o caso do dossiê, mas na verdade quem o investiga é a PF e não o Ministério Público.
Guardado
O dinheiro apreendido com a gangue do dossiê foi fotografado e depositado pela Polícia Federal na Caixa (reais) e Banco Central (dólares).
Quem decidiu
Foi dos superintendentes da PF em São Paulo e Mato Grosso a decisão de não divulgar as fotos do dinheiro apreendido com a gangue do dossiê.
Dúvida Global
Amanhã não será um bom dia para o candidato Lula. Se ele for ao debate da Globo, pode sair perdendo. Se não for, também.
Deu a Louca no Paraná
O governador do Paraná, Roberto Requião, de apelido ''Maria Louca'', tenta quebrar um dos pilares da liberdade de imprensa no mundo civilizado - o sigilo da fonte - incomodado com denúncias de seu envolvimento com um araponga. Comer semente de mamona e gritar palavrões em público pode ser coisa de ''louca''. Bancar a Gestapo de Hitler não tem graça nenhuma.
Queima
Uma tela de Di Cavalcanti, avaliada em mais de R$ 2 milhões, pode sumir da Varig nos próximos dias. Será vendida na surdina, com outras obras.
Armação
Assessor do deputado tucano Luiz Carlos Hauly (PR), Amauri Escudero acha que a binacional Itaipu ''arma'' para envolvê-los em caso de extorsão.
'Burritzia'
A ''inteligência'' no Brasil caiu em desgraça. Que o diga a Agência Brasileira de Inteligência (Abin), que, como Lula, nada sabia da gangue do dossiê.
Olho do dono
Os companheiros Hugo Chávez e Evo Morales não vão gostar: até o final do ano as embaixadas do Brasil na Venezuela e na Bolívia terão ''adidos civis''. A disputa é acirrada: os arapongas da Abin vão ganhar em dólar.
Rescaldo
Renan
Calheiros monitora a eleição de senadores do PCdoB e PPS, partidos que podem sumir com a cláusula de barreira. O presidente do Senado quer levar essa turma para o PMDB.
Negócio perfumado
Uma central de distribuição da Sack's, maior loja virtual de perfumes do Brasil, recebe incentivos fiscais em Palmas (TO). O dono, Carlos André Montenegro, filho do dono do Ibope, nega relação com a empresa do pai.
Servidores fora
O programa de governo do candidato Lula cita uma única vez os servidores públicos, quando promete regulamentar previdência complementar. Não se compromete com reajustes salariais, planos de carreira, nada.
Faniquito
Depois da Bolívia, o Equador: ecologistas e ONGs equatorianas querem o rompimento do contrato - ''ilegal'' - da Petrobras com a japonesa Teikoku Oil para exploração na selva amazônica, diz o jornal La Razón.
Férias

Impedido de concorrer à reeleição pela Igreja Universal, o deputado Marcos Abramo (SP) e seu chefe de gabinete Flores Junior, ambos envolvidos no escândalo dos sanguessugas, gozam férias em Miami.
Vulgo
Até
no Diário Oficial da União o assessor pessoal de Lula é apenas Freud Godoy, o misterioso: ou não usa o nome da mãe ou omite o nome do pai. Ou ainda, quem sabe, seja apenas o seu ''nome de guerra''.
Degola
O presidente Lula deu uma risada quando o informaram que o comando da Receita Federal no Ceará ainda seria vinculado ao senador e coronel Tasso Jereissati, presidente nacional do PSDB.
Cascata
Domingo, segundo Lula, é o dia de a onça (ele) beber água. Aquela que passarinho não bebe, certamente.
Trinta dinheiros
Grande diferença entre Cristo e Lula é o número de Judas na hora da ceia.

Crucificação ou enforcamento?

26 setembro 2006

A pergunta que não quer calar...

Matéria da Folha Online:

PF já sabe que dólares do dossiê saíram de Miami para São Paulo

ANDREZA MATAIS
da Folha Online, em Brasília
A Polícia
Federal já sabe qual o banco para onde foram remetidos os dólares utilizados por petistas para comprar um dossiê contra políticos do PSDB. O dinheiro saiu de Miami e seguiu para uma instituição financeira em São Paulo. O nome do banco não foi revelado pela PF.

Traduzindo: Os dólares entraram legalmente no Brasil, saindo da conta de ......., do Banco ....... de Miami no dia ...../...../..... e entrando para a conta de ......, do Banco ........ em São Paulo no dia ...../...../...... Posteriormente, foram retirados pelo(a) senhor(a) ........., no dia ...../...../......

Tudo claríssimo!!!

Relembrando...
Tragédia greco-tupiniquim

Brasil visto por um brasileiro lá fora...

Apraz ao Velhinho Rabugento ler o Sr. Josué Maranhão, um “escrivinhador” como se auto define. Ler os comentários de quem apóia ou se opõe também é interessante para observar a dimensão e diversidade de visões que se tem, ora do conteúdo, ora de ideologias. Lamento quando de críticas a idéias alguns comentaristas agridem o “escrivinhador”. Paciência. Tem gente que se presta à agressão pessoal, talvez por incapacidade de permanecer no campo das idéias.

O Sr. Josué Maranhão esteve recentemente no Brasil e, ao retornar para suas atividades profissionais em Boston, EUA, nos brinda com um texto de suas alvissareiras percepções do Brasil. Coloco um trecho final, mas recomendo a leitura integral do texto.

(...)

A decepção, o desânimo e o desencanto, que senti nas minhas viagens anteriores ao Brasil, agora inexistem. Ainda bem que não foram empecilhos ou obstáculos à minha teimosia, daí ter voltado e constatado todas as mudanças.

Apesar de tudo, eu continuei gostando do Brasil e, sempre que possível, estava de volta. Somente assim pude comprovar como o país se transformou em um paraíso na terra.
Por último, não poderia esquecer o que será o grande espetáculo da virada do ano, quando as festas e solenidades, dirigidas por Papai Noel, serão abrilhantadas por Cinderela, Chapeuzinho Vermelho, Branca de Neve, com os Sete Anões e, ainda, o brasileiríssimo Saci Pererê. E, como não poderia deixar de ser, tudo será prestigiado por Ali Babá e os quarenta ladrões.
Vale a pena gritar, portanto: Viva o Brasil!

Para ler a totalidade do texto, clique aqui.

Cardápio...

Enquanto isso, no Maranhão...

Matéria publicada na Folha Online:

6/09/2006 - 10h23

Procuradoria do Maranhão investiga Sarney Filho por abuso do poder econômico

da Folha Online
O Ministério Público Eleitoral do Maranhão entrou com representação no TRE (Tribunal Regional Eleitoral) contra o deputado federal José Sarney Filho (PV), candidato à reeleição. O procurador Juraci Guimarães Júnior quer a abertura de investigação por considerar que ele tenha feito propaganda eleitoral antecipada e por suposto abuso do poder econômico.
De acordo com o procurador, no dia 24 de junho, portanto antes do período estabelecido pela Justiça Eleitoral para a propaganda eleitoral, foi encartado boletim do deputado no jornal "O Estado do Maranhão", veículo de propriedade da família Sarney.
Guimarães Júnior afirmou que o boletim tinha "nítido conteúdo de propaganda eleitoral antecipada".
Além de caracterizar propaganda irregular, segundo o procurador, a distribuição gratuita de quase 10 mil boletins no jornal "configura abuso de poder econômico e de autoridade e uso indevido dos meios de comunicação em benefício próprio".
Caso a ação contra Sarney Filho seja julgada procedente pelo TRE, o deputado poderá ter o registro cassado e ainda ficar inelegível por 3 anos.
"Enganado"
O deputado federal Sarney Filho disse que ainda não recebeu a notificação, mas que o procurador eleitoral do Maranhão "está enganado" quanto ao teor do boletim.
"Não se trata de ilícito. De dois em dois meses, publico um informativo do meu mandato como prestação de contas para a população. Não é propaganda eleitoral", afirmou.
Segundo o deputado, esse boletim é produzido desde o início de seu mandato como parlamentar.

Comentário do Velhinho: O procurador do Ministério Público não deve estar enganado. Pode ocorrer que a interpretação que ele tem da Lei seja diferente da interpretação do deputado. Para dirimir dúvida de interpretação o caso é levado ao TRE e sempre caberá revisão pelo TSE. É o que se chama Estado Democrático de Direito, dentro da democracia que vivemos. Mas convenhamos, é diferente comparar o poder de alcance de uma empresa jornalística com o de um blog. E tem aqueles que cultuam ojeriza a blogs e blogueiros. Normal, também, em nosso Estado Democrático de Direito.

Contagem regressiva...
Bloco na rua...

Da coluna de Claudio Humberto, na Folha de Londrina

''Lula está mais para Judas ou Pilatos.''
Senadora Heloisa Helena (PSOL-AL) depois que Lula se comparou a Cristo e a Tiradentes
Faltam peixes graúdos
O procurador da República Mário Lúcio Avelar desabafou ontem em Cuiabá (MT) que estão escondendo o jogo e ainda falta fisgar ''gente de poder'' no escândalo da gangue do dossiê. Para ele, figurinhas como Jorge Lorenzetti, Osvaldo Bargas e Expedito Veloso, amigos de Lula e membros da coordenação de sua campanha de reeleição, não têm ''cacife'' para pagar R$ 1,7 milhão por informações contra adversários, no suposto dossiê.
Briga
O ex-ministro e deputado cassado José Dirceu decidiu comprar briga com o procurador Mário Lúcio Avelar: acusa-o de ''fazer política''.
Comentário do Velhinho: Vindo do senhor José Dirceu, isso é grande novidade!

Nos poupe!
O presidente Lula diz que ''quer saber de onde veio o dinheiro''. É simples: basta mandar a Polícia Federal e o Coaf revelarem já o que sabem.
Peru de Natal
Geraldo Alckmin está otimista com os efeitos do escândalo da gangue do dossiê: já tem agenda de candidato para logo depois do primeiro turno.
Prestígio
O carro de um importante advogado de Brasília circula com os seguintes dizeres, em letras garrafais: ''Lulalau - Lularápio - Luladrão''.
Na PF, cravo e ferradura
O PT festejou: a Polícia Federal informou que ''dificilmente'' identificará a origem do dinheiro apreendido com a gangue do dossiê antes da eleição de domingo. O PSDB adorou: a mesma PF agendou para a semana que vem a acareação do empresário Abel Pereira com Luiz e Darci Vedoin. Há nos autos transcrições de conversas telefônicas entre Pereira e os Vedoin.
Censura petista
Revolta no Orkut, que sábado teve apagadas várias comunidades contra o PT, Lula e candidatos de oposição, após denúncia de suposto petista.
Perguntar não derrota
O presidente Lula sabia de tudo de ruim que acontecia nos governos anteriores e no dele continua não sabendo de nada?
Comentário do Velhinho: Elementar, caro C.H.... nos outros governos os acontecimentos não eram nas salas ao lado.

Xilindró
O ministro Felix Fischer, do Superior Tribunal de Justiça, manteve na cadeia o deputado Carlão de Oliveira, ex-presidente da Assembléia de Rondônia.
Suspeita
Cada vez mais impaciente com as malandragens do PT, o procurador da República Mário Lúcio Avelar não descarta que o dinheiro da gangue do dossiê tenha saído do crime organizado. Do PCC, por exemplo.
Hauly enrolado
O delegado Fernando Francischini, da PF, que preside o inquérito da Operação Castores, quer o deputado tucano Luiz Carlos Hauly (PR) e seu chefe de gabinete Amaury Escudero Martins, processados no Supremo.
Sem rastro
Dez dias após a descoberta dos grampos nos telefones de três ministros do Tribunal Superior Eleitoral, incluindo o presidente, ministro Marco Aurélio, a Polícia Federal continua sem conseguir identificar os criminosos.
Comentário do Velhinho: Fizeram checagem nos controles de entrada e saída do prédio? Do pessoal que tinha acesso nos locais onde os grampos foram instalados? Existem gravações de vídeo a ser pesquisadas? O pessoal que faz limpeza e manutenção é o mesmo ou ocorreram substituições inesperadas? Pela poeira acumulada (ou não) nos aparatos de escuta, dá para se ter uma idéia de quanto tempo estavam instalados? Quando foi feita a última varredura varreduras antes desta que localizou as escutas? Será que..., oras, deixa pra lá... o Velhinho é só rabugento e não entende de investigação...

Muito grave
O Ministério Público Federal sustenta na denúncia contra o ex-ministro da Saúde Humberto Costa, no caso dos vampiros, que ele disputava quase a tapa com o ex-tesoureiro Delúbio Soares os resultados dos negócios.
É uma brasa
Lula lavou mais uma vez as mãos para ''assar'' um companheiro: jogou a culpa do suposto dossiê no ex-coordenador de campanha e ex-ministro da Previdência Ricardo Berzoini. A praga dos velhinhos pegou, finalmente.
Comentário do Velhinho: Eu não sei de nad... opppsss isso pega!

Isenção
Márcio Thomaz Bastos (Justiça) diz que a Polícia Federal é ''republicana'', no caso da gangue do dossiê. Que o digam os dois policiais que prenderam Duda Mendonça na rinha de galo, e estão mofando em Volta Redonda (RJ).
Alergia à imprensa
Lula avisou à Associação dos Correspondentes Estrangeiros que não dará entrevista até o final da campanha. Recusou todos os pedidos da entidade desde a posse. O tucano Geraldo Alckmin será entrevistado hoje no Rio.
Bom companheiro
O TRE-RS liberou a candidatura a deputado estadual do ex-padre Roque Rauber, dono de um ''clube de casais'' em Porto Alegre, que o PT contestava. Após o escândalo do dossiê, nada mais justo.
Pensando bem...
...ao se comparar de novo a Cristo e agora a Tiradentes, Lula corre o risco de ser crucificado ou enforcado em 1º de outubro.
Perguntar é republicano
De onde veio o dinheiro da gangue do dossiê e cadê a foto da apreensão?

Comentário do Velhinho: É!. De onde? E agora só faltam 5 dias...

Da coluna de Claudio Humberto, na Folha de Londrina

''Lula está mais para Judas ou Pilatos.''
Senadora Heloisa Helena (PSOL-AL) depois que Lula se comparou a Cristo e a Tiradentes
Faltam peixes graúdos
O procurador da República Mário Lúcio Avelar desabafou ontem em Cuiabá (MT) que estão escondendo o jogo e ainda falta fisgar ''gente de poder'' no escândalo da gangue do dossiê. Para ele, figurinhas como Jorge Lorenzetti, Osvaldo Bargas e Expedito Veloso, amigos de Lula e membros da coordenação de sua campanha de reeleição, não têm ''cacife'' para pagar R$ 1,7 milhão por informações contra adversários, no suposto dossiê.
Briga
O ex-ministro e deputado cassado José Dirceu decidiu comprar briga com o procurador Mário Lúcio Avelar: acusa-o de ''fazer política''.
Comentário do Velhinho: Vindo do senhor José Dirceu, isso é grande novidade!

Nos poupe!
O presidente Lula diz que ''quer saber de onde veio o dinheiro''. É simples: basta mandar a Polícia Federal e o Coaf revelarem já o que sabem.
Peru de Natal
Geraldo Alckmin está otimista com os efeitos do escândalo da gangue do dossiê: já tem agenda de candidato para logo depois do primeiro turno.
Prestígio
O carro de um importante advogado de Brasília circula com os seguintes dizeres, em letras garrafais: ''Lulalau - Lularápio - Luladrão''.
Na PF, cravo e ferradura
O PT festejou: a Polícia Federal informou que ''dificilmente'' identificará a origem do dinheiro apreendido com a gangue do dossiê antes da eleição de domingo. O PSDB adorou: a mesma PF agendou para a semana que vem a acareação do empresário Abel Pereira com Luiz e Darci Vedoin. Há nos autos transcrições de conversas telefônicas entre Pereira e os Vedoin.
Censura petista
Revolta no Orkut, que sábado teve apagadas várias comunidades contra o PT, Lula e candidatos de oposição, após denúncia de suposto petista.
Perguntar não derrota
O presidente Lula sabia de tudo de ruim que acontecia nos governos anteriores e no dele continua não sabendo de nada?
Comentário do Velhinho: Elementar, caro C.H.... nos outros governos os acontecimentos não eram nas salas ao lado.

Xilindró
O ministro Felix Fischer, do Superior Tribunal de Justiça, manteve na cadeia o deputado Carlão de Oliveira, ex-presidente da Assembléia de Rondônia.
Suspeita
Cada vez mais impaciente com as malandragens do PT, o procurador da República Mário Lúcio Avelar não descarta que o dinheiro da gangue do dossiê tenha saído do crime organizado. Do PCC, por exemplo.
Hauly enrolado
O delegado Fernando Francischini, da PF, que preside o inquérito da Operação Castores, quer o deputado tucano Luiz Carlos Hauly (PR) e seu chefe de gabinete Amaury Escudero Martins, processados no Supremo.
Sem rastro
Dez dias após a descoberta dos grampos nos telefones de três ministros do Tribunal Superior Eleitoral, incluindo o presidente, ministro Marco Aurélio, a Polícia Federal continua sem conseguir identificar os criminosos.
Comentário do Velhinho: Fizeram checagem nos controles de entrada e saída do prédio? Do pessoal que tinha acesso nos locais onde os grampos foram instalados? Existem gravações de vídeo a ser pesquisadas? O pessoal que faz limpeza e manutenção é o mesmo ou ocorreram substituições inesperadas? Pela poeira acumulada (ou não) nos aparatos de escuta, dá para se ter uma idéia de quanto tempo estavam instalados? Quando foi feita a última varredura varreduras antes desta que localizou as escutas? Será que..., oras, deixa pra lá... o Velhinho é só rabugento e não entende de investigação...

Muito grave
O Ministério Público Federal sustenta na denúncia contra o ex-ministro da Saúde Humberto Costa, no caso dos vampiros, que ele disputava quase a tapa com o ex-tesoureiro Delúbio Soares os resultados dos negócios.
É uma brasa
Lula lavou mais uma vez as mãos para ''assar'' um companheiro: jogou a culpa do suposto dossiê no ex-coordenador de campanha e ex-ministro da Previdência Ricardo Berzoini. A praga dos velhinhos pegou, finalmente.
Comentário do Velhinho: Eu não sei de nad... opppsss isso pega!

Isenção
Márcio Thomaz Bastos (Justiça) diz que a Polícia Federal é ''republicana'', no caso da gangue do dossiê. Que o digam os dois policiais que prenderam Duda Mendonça na rinha de galo, e estão mofando em Volta Redonda (RJ).
Alergia à imprensa
Lula avisou à Associação dos Correspondentes Estrangeiros que não dará entrevista até o final da campanha. Recusou todos os pedidos da entidade desde a posse. O tucano Geraldo Alckmin será entrevistado hoje no Rio.
Bom companheiro
O TRE-RS liberou a candidatura a deputado estadual do ex-padre Roque Rauber, dono de um ''clube de casais'' em Porto Alegre, que o PT contestava. Após o escândalo do dossiê, nada mais justo.
Pensando bem...
...ao se comparar de novo a Cristo e agora a Tiradentes, Lula corre o risco de ser crucificado ou enforcado em 1º de outubro.
Perguntar é republicano
De onde veio o dinheiro da gangue do dossiê e cadê a foto da apreensão?

Comentário do Velhinho: É!. De onde? E agora só faltam 5 dias...